Mostrando postagens com marcador interior. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador interior. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 10 de junho de 2024

Mulher dá entrada em hospital de Feira de Santana após introduzir maconha em partes íntimas

Uma mulher de 34 anos deu entrada no o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), em Feira de Santana, no último sábado, com dores abdominais. De acordo com o site Acorda Cidade, parceiro do Bahia Notícias, a mulher informou à equipe médica que tinha introduzido maconha no próprio canal vaginal.

 

Ainda conforme divulgado, uma pequena quantidade foi descartada no setor ambulatorial, já que o material estava em estado de apodrecimento e o restante foi removido no Centro Cirúrgico da unidade hospitalar.

 

Segundo as informações, a mulher alegou ser usuária de drogas e a situação teria ocorrido após comprar a maconha na mão de outra mulher, próximo do Terminal Rodoviário de Feira de Santana. Ao avistar a presença de policiais militares, ficou com medo e, introduziu o material nas partes íntimas.

 

Uma equipe da Delegacia de Repressão à Furtos e Roubos (DRFR) compareceu na unidade hospitalar e recolheu o restante da maconha. Não há informações sobre o estado de saúde da mulher.


Fonte: https://www.bahianoticias.com.br/municipios/noticia/39847-mulher-da-entrada-em-hospital-de-feira-de-santana-apos-introduzir-maconha-em-partes-intimas

quinta-feira, 30 de maio de 2024

Garimpo ilegal é desmontado na região do Velho Chico

Um garimpo ilegal, instalada para extração clandestina de quartzito, foi identificado e desarticulado por equipes da Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (Cippa) Lençóis, na região do Velho Chico, no interior da Bahia. 

 

Os policiais militares receberam denúncias anônimas relatando a extração clandestina de na localidade conhecida como Vereda. Durante a operação, realizada nesta quarta-feira (29), os agentes identificaram o proprietário do garimpo, que admitiu extrair o minério ilegalmente.

 

No local, foram encontrados um caminhão, duas retroescavadeiras, cinco contêineres e cerca de 45 toneladas de quartzito já beneficiado. “O minério pode ser utilizado na siderurgia e no revestimento de projetos arquitetônicos e agora poderá ser leiloado ou doado pela justiça”, revela o major George Porto, comandante da Cippa Lençóis

 

O homem recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a delegacia que atende à região, onde a ocorrência foi registrada.


Fonte: https://www.bahianoticias.com.br/municipios/noticia/39672-garimpo-ilegal-e-desmontado-na-regiao-do-velho-chico

domingo, 26 de maio de 2024

Feira de Santana: Carreta pega fogo em posto de combustíveis

Uma carreta carregada com caixas de cervejas vazias foi consumida pelo fogo na manhã deste domingo (26), por volta das 9h45, no posto Chapéu de Couro, situado na BR-116 Sul, em Feira de Santana.

 

Segundo informações fornecidas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) ao Acorda Cidade, parceiro do Bahia Notícias, o incêndio ocorreu enquanto o veículo estava estacionado no pátio do posto. O condutor não conseguiu identificar a origem das chamas.

 

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada e compareceu ao local para extinguir o fogo. Não houve registro de feridos durante o incidente.


Fonte:  https://www.bahianoticias.com.br/municipios/noticia/39614-feira-de-santana-carreta-pega-fogo-em-posto-de-combustiveis

segunda-feira, 6 de maio de 2024

Detento é encontrado morto em Conjunto Penal de Paulo Afonso

Um detento foi encontrado morto na própria cela, neste domingo (05), no Complexo Penitenciário de Paulo Afonso. O corpo de Honoelito Santos Oliveira foi encontrado pendurado em uma corda. 

 

A informação foi divulgada pela Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP-BA). Segundo o órgão, as circunstâncias da morte aparentavam suicídio, porém será realizda uma perícia para constatar a causa da morte do detento. 

 

Confira a nota na íntegra:

 

"A SEAP informa que na manhã deste domingo o interno Honoelito Santos Oliveira foi encontrado morto dentro da cela, pendurado numa corda tipo tereza, no Conjunto Penal de Paulo Afonso. Aparentemente o custodiado teria se suicidado, porém somente o resultado da perícia poderá constatar a causa da morte."


Fonte: https://www.bahianoticias.com.br/municipios/noticia/39303-detento-e-encontrado-morto-em-conjunto-penal-de-paulo-afonso

terça-feira, 19 de março de 2024

Padres pedem cancelamento de micareta na Bahia marcada em início de Semana Santa

Padres de Tucano, na região sisaleira, criticaram a realização da micareta na cidade. A festa vai ocorrer já em plena Semana Santa, uma vez que passará pelo próximo domingo (24), celebrado pelos católicos como Domingo de Ramos, que marca a entrada de Jesus Cristo em Jerusalém. Segundo o site Retratos e Fatos, uma nota de repúdio assinada por nove párocos, incluindo o do município, foi divulgada nos últimos dias.

 

Além dos padres de Tucano, religiosos de Araci, na mesma região, também se manifestaram contra a festa. “É uma falta de vergonha, como eu já venho sempre dizendo aqui. Querer promover festa pagã justamente na festa religiosa”, disse o padre Robson Batista. O padre pediu apoio de prefeitos da região para que se manifestem contrários ao evento.

 

“Jesus vai entrar na cidade, no centro, tudo fechado, cheio de caco de vidro, cheio de porcaria na rua. É dessa forma que Jesus vai ser acolhido?”, questionou durante a realização de uma missa. Na opinião do padre Robson, a Justiça também falhou ao autorizar a realização da micareta no período religioso.

 

“Já que a justiça aqui não se manifesta, nós vamos suplicar à justiça divina, que não falha, para mudar, para que essa festa não aconteça”, declarou. Nem a prefeitura de Tucano, nem a organização da festa, se pronunciaram sobre o assunto até o momento. 


Fonte: https://www.bahianoticias.com.br/municipios/noticia/38560-padres-pedem-cancelamento-de-micareta-na-bahia-marcada-em-inicio-de-semana-santa

domingo, 10 de março de 2024

No primeiro duelo das semifinais, Vitória leva a melhor diante do Barcelona de Ilhéus em jogo marcado por polêmica do VAR

O Vitória enfrentou o Barcelona de Ilhéus na tarde deste domingo (10) e venceu pelo placar de 2 a 0 no Estádio Mário Pessoa. O Leão da Barra enfrentará novamente a Onça Pintada no próximo dia 17, às 16h, no Estádio do Barradão. A partida foi marcada por muitas polêmicas com envolvimento do VAR, que anulou dois pênaltis e um gol no jogo.

 

Apesar das controvérsias trazidas pelo VAR, o Vitória soube lidar com as adversidades e controlou o jogo. Os gols do Leão foram marcados por Alerrandro e Zé Hugo. O Barcelona até criou algumas chances perigosas contra o goleiro Muriel, porém não conseguiu marcar em seu próprio território.

 

Com o desfecho da partida, o Vitória terá a vantagem de decidir a semifinal em seu próprio estádio. Caso avance para a final do Baianão, o Rubro-Negro aguardará o resultado do confronto entre Bahia e Jequié.


O JOGO


O jogo entre as duas equipes começou muito pegado, num duelo de perde e ganha, o Vitória começou se impondo e adiantou a sua linha de marcação. A primeira chance veio com Matheusinho, que chutou de fora da área por cima do goleiro aos seis minutos do primeiro tempo.


LEÃO ABRE O PLACAR, MAS O VAR ANULA O GOL
Brunto Ritter vacilou na saída de bola do Barcelona. Rodrigo Andrade aproveitou o erro e roubou a bola, tocando para Alerrandro abrir o placar aos 16 minutos, porém, o VAR foi chamado e interpretou a pressão do volante como faltosa, anulando o gol do Vitória.


É PÊNALTI PARA O BARCELONA E O VAR ANULA NOVAMENTE
Ramires recebeu passe aos 19 minutos e caiu na área em suposta carga, interpretada pelo árbitro, do zagueiro Wagner Leonardo. O VAR chamou novamente e Emerson Ricardo anulou a penalidade aos 24 minutos, os jogadores do Vitória pressionaram o árbitro e pediram cartão amarelo por simulação. Lance muito polêmico no Mário Pessoa.


QUASE O PRIMEIRO GOL DO JOGO
Aos 31, Cesinha recebeu bola enfiada pela esquerda e chutou de três dedos em cima de Muriel, que fechou o gol e impediu o Barcelona de abrir o placar no Mário Pessoa.


É A VEZ DE MATHEUSINHO QUASE ABRIR O PLACAR
Vitória chegou ao ataque com perigo aos 39, Alerrandro encontrou Matheusinho livre, que driblou o defensor e chutou com muito perigo. A bola passou pertinho da trave.


SEGUNDO TEMPO
A partida começou com mais uma polêmica do VAR, o árbitro analisou possível pênalti numa entrada em Alerrandro na área aos 9 minutos e anulou mais um pênalti na partida.


AGORA VALEU!
Enfim saiu o primeiro gol. Aos 11 minutos, Matheusinho achou PK no corredor lateral esquerdo, que cruzou rasteiro para Alerrandro cravar o primeiro gol da partida. 


MURIEL MAIS UMA VEZ
O Barça chegou com perigo pela primeira vez aos 22 do segundo tempo. Dionas Bruno aproveitou a sobra em cobrança de escanteio, fazendo Muriel trabalhar novamente na partida.

 

PRA FORA!

Aos 48, Zé Hugo chutou forte no canto direito do goleiro Thiago Passos e quase teve a chance de marcar o segundo para o Leão.

 

PRA SACRAMENTAR A VANTAGEM!

No último minuto, Zé Hugo aproveitou bela jogada de Matheus Gonçalves e marcou de cabeça para fazer o segundo gol do Vitória.


FICHA TÉCNICA
Barcelona de Ilhéus 0 x 2 Vitória
Campeonato Baiano - Semifinal
Local: Estádio Mário Pessoa, Ilhéus
Data: 10/03/2024 (domingo)
Horário: 16h
Transmissão: TVE Bahia
Árbitro: Emerson Ricardo de Almeida
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos e Edevan de Oliveira Pereira
VAR: Wagner Reway
Cartões amarelos: Dudu, Camutanga (Vitória) / Jaques, Tauã, Natan, Hugo Moura, Bruno Ritter (Barcelona)
Cartão Vermelho: Tauã (Barcelona)
Gols: Alerrandro, Zé Hugo (Vitória)

 

Barcelona de Ilhéus: Thiago Passos; Hugo Moura, Jaques, Weslley e Reginaldo; Bruno Ritter, Ninho Xavier, Ramires (João Henrique Silva) e Hadrian (Tauã); Natan (Andrei) e Cesinha (Dionas Bruno). Técnico: Betinho


Vitória: Muriel; Zeca, Camutanga, Wagner Leonardo e PK (Lucas Esteves); Dudu (Caio Vinícius), Willian Oliveira, Rodrigo Andrade e Matheusinho (Iury Castiho); Osvaldo (Zé Hugo) e Alerrandro (Matheus Gonçalves).Técnico: Léo Condé.


Fonte: https://www.bahianoticias.com.br/esportes/vitoria/27589-no-primeiro-duelo-das-semifinais-vitoria-leva-a-melhor-diante-do-barcelona-de-ilheus-em-jogo-marcado-por-polemica-do-var 

sábado, 9 de março de 2024

Com gol de David Duarte, Bahia vence o Jequié e larga na frente na semifinal do Campeonato Baiano

Na partida que deu o pontapé inicial nas semifinais do Baianão 2024, o Bahia saiu na frente do Jequié e venceu a partida por 1 a 0. O gol do tricolor foi marcado pelo zagueiro David Duarte, de cabeça, aos 44 minutos do segundo tempo. Superior durante boa parte do jogo, o Esquadrão tomou sustos no primeiro tempo, mas Adriel interviu bem e não sofreu gols.

 

Agora o Bahia se prepara para enfrentar o Caxias na próxima terça-feira (11), às 21h30, em jogo único, pela terceira fase da Copa do Brasil. 

 

O JOGO

 

Aos 3 minutos, após lançamento de Juba par Biel, o atacante disputou corrida e venceu, tocou para Yago Felipe, que ao armar o chute foi calçado pelo defensor. Falta marcada para o Esquadrão. Na cobrança de Juba, a bola desviou na barreira e quase sobrou para o centroavante Estupiñán, mas a defesa afastou.

 

Quase gol do Jipão!

Aos 8 minutos, a bola foi lançada para Capa, que aproveitou falha da defesa e saiu na cara do gol. O meia do Jequié, porém, chuta em cima de Adriel, que espalma para frente e defendeu em dois tempos.

 

Resposta do Esquadrão

Logo na sequência, aos dez minutos, Ratão tabelou com Biel e chutou fraco, para a defesa tranquila do goleiro Marcos.

 

Quase gol do Jequié!

Aos 17 minutos, Alex recebe lançamento da defesa e finaliza forte em direção ao gol. Adriel espalmou em uma grande defesa, na sobra, a bola ficou com o Bahia.

 

Quê isso, Ratão?

Aos 22, Biel tabelou com Óscar na esquerda e tocou para Cicinho, que achou um lindo passe na área para Ratão, que limpou bonito o zagueiro, mas chutou fraquinho sem perigo para o goleiro Marcos.

 

Parada técnica no Waldomirão

Aos 25 minutos, o árbitro Bruno Vasconcelos paralisou a partida para hidratação dos jogadores. Ambos os técnicos aproveitam para passar instruções a seus jogadores.

 

Salvou em cima da linha!

Com 30 minutos de jogo, Gilberto cruzou para Juba na área, que dominou, limpou o goleiro do Jipão e finalizou. Mas Guga e Sérgio Baiano estavam lá para evitar o primeiro gol do Esquadrão.

 

 

 

SEGUNDO TEMPO

Aos seis minutos da segunda etapa, após cruzamento de Ratão pelo lado direito do ataque tricolor, Luciano Juba subiu entre os zagueiros e testou firme em direção ao gol, mas o goleiro Marcos realizou grande defesa. Na sobra, a defesa do Jipão afastou a bola.

 

Boa chance do zagueirão!

Depois da cobrança de escanteio de Biel, aos 12 minutos, a bola sobrou para David Duarte, que dominou e chutou no cantinho direito de Marcos. A bola caprichosamente passou raspando a trave do goleiro do Jequié.

 

Thaciano tá em todas!

Bahia recupera a bola no campo de ataque com Caio Alexandre, logo em seguida, o volante lança em profundidade para Thaciano, que entra na área, mas finaliza em cima da defesa.

 

Marcos sen-sa-cio-nal!

Aos 42 minutos, Caio Alexandre lançou na área para Ademir, que dominou e cruzou rasteiro para Thaciano chutar para o gol, entretanto, Marcos estava lá para fechar o gol e impedir o primeiro gol do tricolor. Na sobra, a zaga afastou para escanteio.

 

NA SEQUÊNCIA, GOL DO BAHIA!

Aos 44 minutos do segundo tempo, Juba cobrou escanteio e David Duarte subiu alto para cabecear. Bola nos fundo das redes, 1 a 0 para o Esquadrão!

 

FICHA TÉCNICA
Jequié 0 x 1 Bahia
Campeonato Baiano - Semifinal - 1º jogo 
Local: Waldomiro Borges, em Jequié
Data: 09/03/2024 (sábado)
Horário: 16h
Transmissão: TVE Bahia (TV aberta e Youtube)
Árbitro: Bruno Pereira Vasconcelos
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira e Jucimar dos Santos Dias

Cartões Amarelos: 

Gol: David Duarte


Jequié: Marcos; Elivelton, Jean, Sérgio e Espeto Júnior; Guga (Caetano), Azevedo (Bruno Henrique) e João Grilo; Kaynan, Alex (Igor Rádio) e Capa (Vagner). Técnico: Gabardo Júnior. 

 


Bahia: Adriel; Gilberto, Gabriel Xavier, David Duarte e Cicinho; Rezende (Jean Lucas), Yago Felipe (Caio Alexandre) e Luciano Juba; Biel (Ademir), Ratão (Thaciano) e Oscar Estupiñan (Everaldo). Técnico: Rogério Ceni.


Fonte: https://www.bahianoticias.com.br/esportes/bahia/30272-com-gol-de-david-duarte-bahia-vence-o-jequie-e-larga-na-frente-na-semifinal-do-campeonato-baiano

domingo, 3 de março de 2024

Dupla BaVi, Barcelona de Ilhéus e Jequié se classificam para as semifinais do Baianão

O Campeonato Baiano de 2024 já conhece os seus quatro semifinalistas. Neste domingo (3), as cinco partidas da 9ª e última rodada da 1ª fase aconteceram simultaneamente com os seguintes resultados: Bahia 2x0 Jacuipense, Itabuna 0x2 Vitória, Atlético de Alagoinhas 1x0 Barcelona de Ilhéus, Bahia de Feira 5x1 Juazeirense e Jacobina 0x0 Jequié.

 

Ao fim das nove rodadas, o Bahia ficou em 1° com 19 pontos, o Vitória em 2° também com 19, o Barcelona de Ilhéus em 3°, com 16, e o Jequié em 4°, com 14. A Juazeirense também somou 14 pontos, mas perdeu a vaga para o Jequié no saldo de gols.

 

As semifinais do Baianão 2024 serão disputadas por Bahia x Jequié e Vitória x Barcelona de Ilhéus. Os jogos de ida estão marcados para os dias 9 ou 10 e os de volta serão 16 ou 17 de março. Os times melhores colocados têm a vantagem de fazer a segunda partida em casa. 


Fonte: https://www.bahianoticias.com.br/esportes/noticia/68295-dupla-bavi-barcelona-de-ilheus-e-jequie-se-classificam-para-as-semifinais-do-baianao

sábado, 13 de janeiro de 2024

Guia do Baianão 2024: saiba detalhes e prováveis escalações dos 10 participantes

Segundo estadual mais antigo do Brasil, o Campeonato Baiano vai ter início neste domingo (14). Em busca da taça, Atlético de Alagoinhas, Bahia, Bahia de Feira, Barcelona de Ilhéus, Itabuna, Jacobina, Jacuipense, Jequié, Juazeirense e Vitória entram em campo querendo fazer bonito para satisfazer as suas fanáticas torcidas. Uns por manutenções de hegemonias, outros para fazer história.

 

Para deixar o leitor do Bahia Notícias atento a todas as equipes, a reportagem do BN Esportes preparou um guia informativo sobre as equipes da competição. Veja os jogos da primeira rodada da competição e os detalhes dos times: 

 

Arte: Igor Barreto / Bahia Notícias

 

ATLÉTICO DE ALAGOINHAS    
Técnico: Zé Carlos
Baianão 2023: 8º colocado
Estreia: 14/01, às 18h30, Itabuna x Atlético de Alagoinhas, no Mário Pessoa 

 

Após conquistar os títulos do Campeonato Baiano de 2021 e 2022, o Atlético de Alagoinhas ficou na oitava colocação no estadual do ano passado, apenas dois pontos à frente do Jacobinense, rebaixado para a Série B junto com o Doce Mel. 

 

O presidente do Carcará, Albino Leite, falou sobre as últimas temporadas da equipe e projetou o ano de 2024. A estreia do Atlético no Baianão 2024 será contra o Itabuna, no estádio Mário Pessoa, em Ilhéus, neste domingo (14), às 18h30. 

 

"Se manter no topo por três anos é difícil. Tem que negociar jogadores para o todo sobreviver. Então, realmente, um ano não vai bem e por isso não fomos bem no ano passado. Nosso objetivo é buscar calendário. O time está formado, apenas aguardando mais duas contratações pontuais. Vamos partir para Itabuna em busca do resultado positivo. Nossa meta neste ano é buscar calendário para 2025. Estamos sediados em Alagoinhas e não mais em Cachoeira. Estamos trabalhando para fazer um bom campeonato. As estrelas nós temos no peito, o mais importante agora que a gente precisa é ter calendário para 2025, fazer nossa SAF e construir nosso CT", declarou o presidente do Carcará. 

 

O Atlético de Alagoinhas será treinado pelo ex-jogador Zé Carlos, que chegou em Alagoinhas nesta temporada. Em seu currículo como técnico, Zé Carlos tem passagens por Anapolina e Itumbiara, ambos de Goiás, além de trabalhos como auxiliar técnico das divisões de base do Goiás, Confiança-SE e Amazonas.

 

Sobre a reformulação do elenco, Albino Leite contou que o Atlético "agora está diversificado". Um dos destaques da equipe é o atacante Ruan Teles, que soma passagens pelo Varzim e Marítimo, de Portugal, Vila Nova-MG, Arges, da Romênia, Kaspiy Aktau, do Cazaquistão, e estava no Newroz, do Iraque. 

 

"O importante é que o Atlético está diversificado agora. Temos jogadores estrangeiros também no nosso elenco para oxigenar e dar uma mudada. E 95% do elenco do ano passado foi embora, estamos com um elenco novo para disputar o Baiano", declarou o presidente do Carcará. 

 

Time-base: Shrek; Erick Santos, Douglas Mendes, Fellipe e Danilo Silva; Alex Galo, Italo Tabata, Evair e Giancarlo; Wellington Melo e Ruan Teles.

 

Destaque: Giancarlo

 

Incomodar os gigantes novamente é a missão do Carcará em 2024 | Foto: Divulgação / Atlético 

 

BAHIA
Técnico: Rogério Ceni
Baianão 2023: campeão
Estreia: Bahia x Jequié, 17/01, às 21h30, na Arena Fonte Nova 

 

Atual campeão baiano e segundo maior dono de estaduais do Brasil, com 50 conquistas, o Bahia quer fazer valer o slogan "nasceu para vencer" e continuar no topo. Para isso, o Tricolor terá que se desdobrar. Isso porque o time principal está em Manchester, na Inglaterra, para uma pré-temporada que vai durar até o dia 21 de janeiro. Com isso, os dois primeiros jogos, contra Jequié e Atlético de Alagoinhas, terão um time misto com o time sub-20 como base.

 

Além dos jovens atletas, a equipe vai contar com alguns jogadores que não foram para a Europa. É o caso, por exemplo, do volante Diego Rosa e do atacante Everton.

 

Quem se prepara no frio da Inglaterra vai chegar em Salvador cercado de expectativas por conta das novidades no elenco. Até o momento, o Tricolor gerido pelo Grupo City anunciou as contratações do volante Jean Lucas e do meia Everton Ribeiro, apresentado com muita festa.

 

"Pensamento é ser campeão dos dois [Campeonato Baiano e Copa do Nordeste]. Quando o Bahia tem que pensar em campeonato, tem que pensar em ganhar. Vou fazer de tudo para alcançar. O que me move é vencer, ser campeão. É um projeto muito ambicioso. Já vai começar. Vai ter a pré-temporada. Depois já começa o Baiano. É cada jogo uma final. É buscar esses títulos que eu não tenho", disse o novo camisa 10 do clube.

 

Time-base: Marcos Felipe; Gilberto, Kanu, David Duarte Luciano Juba; Rezende, Jean Lucas, Thaciano, Everton Ribeiro e Cauly; Everaldo.

 

Destaque: Everton Ribeiro

 

Esquadrão vai chegar com moral após treinos em Manchester | Foto: Letícia Martins / EC Bahia

 

BAHIA DE FEIRA
Técnico: Oliveira Canindé 
Baianão 2023: 5º colocado
Estreia: Bahia de Feira x Jacobina 14/01, às 16h, na Arena Cajueiro

 

Vice-campeão em 2019 e 2021, além de chegar na semifinal nas edições de 2018 e 2022, o Bahia de Feira teve desempenho irregular no início da competição de 2023, chegou a flertar com o rebaixamento, mas não conseguiu se recuperar a tempo de entrar no G-4 e terminou na quinta colocação com dois pontos a menos do que o quarto colocado. A consequência é que o time ficou sem calendário neste ano. Diante disso, o principal objetivo do Tremendão é se classificar para conquistar vagas nas competições nacionais de 2025, como diz a vice-presidente Mayara Correia.

 

"O ano de 2023 foi atípico para a gente, passamos o início da competição e chegamos até a zona de rebaixamento, mas conseguimos nos recuperar e finalizamos em quinto lugar. Por conta disso, ficamos sem calendário para 2024, então nosso objetivo principal é nos classificar entre os quatro para buscar vagas na Série D do Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil", afirmou ao BN.

 

Na sequência de 2023, o Tremendão foi o representante do futebol baiano a ir mais longe na Série D do Brasileiro e bateu na trave na briga pelo acesso à Terceirona, sendo elimiado nas quartas de final para o Athletico-MG. Para a nova temporada, a diretoria renovou o contrato com boa parte dos jogadores, promoveu o retorno do técnico Oliveira Canindé e fez contratações pontuais.

 

"Assim que acabou a Série D 2023, demos continuidade ao nosso projeto e não parmos. Tiago Souza é quem cuida dessa parte das contratações e definimos em reunião que o técnico seria Oliveira Canindé. Entramos em contato, fechamos com ele e a partir daí começamos a fazer nosso planejamento de elenco. Renovamos com os atletas que tínhamos interesse em continuar. Conseguimos renovar com a maioria, alguns não. Depois, começamos pontuar o que a gente precisava para complementar o elenco. Foram decisões em conjunto com Canindé para contratar esses atletas e fechar o elenco para o Campeonato Baiano", comentou a dirigente.

 

O Bahia de Feira faz o jogo de abertura do Campeonato Baiano recebendo a visita do Jacobina, neste domingo (14), às 16h, na Arena Cajueiro, pela primeira rodada.

 

Time-base: Alan; Filipinho, Pedrão, Paulo Paraíba e Cazumba; Diones, Abuda e Jarbas; Philip, Ronan e Emerson.

 

Destaque: Cazumba

 

Tremendão sonha com a volta ao título baiano | Foto: Divulgação / Bahia de Feira

 

BARCELONA DE ILHÉUS
Técnico: Betinho
Baianão 2023: 7º colocado
Estreia: 17/01, às 17h, Barcelona x Juazeirense, no Mário Pessoa


Equipe mais nova da Série A do Campeonato Baiano, o Barcelona de Ilhéus, fundado em 2019 e campeão da Série B do Baianão em 2021, vai para a sua terceira participação na elite estadual. Ano passado, a equipe terminou em sétimo lugar, apenas três pontos à frente da zona de rebaixamento. Para 2024, a Onça Pintada pretende repetir uma campanha semelhante ao seu ano de estreia na elite estadual, quando chegou às semifinais da competição em 2022.

 

O técnico Betinho, que chegou ao Barça de Ilhéus nesta temporada, falou sobre a preparação da equipe e disse que o grupo vem evoluindo a cada trabalho. A estreia da Onça será na próxima quarta-feira (17), às 17h, contra a Juazeirense, no estádio Mário Filho, em Ilhéus. Na pré-temporada, os comandados de Betinho realizaram dois amistosos contra o Itabuna, ambos empatados por 1 a 1.

 

"Nós conseguimos realizar dois jogos treinos, contra equipes amadoras, e dois amistosos contra equipes profissionais: os dois amistosos foram contra o Itabuna, um lá em Itabuna e outro aqui em Ilhéus. Foram dois tempos de 45 minutos, ainda não foi como eu gostaria, fazer jogos de 90 minutos. Então, isso ainda gera uma dúvida. Só vamos ter a estreia do Campeonato para avaliarmos melhor. De uma maneira geral, eu gostei do comportamento. Houve uma evolução boa em relação a cada trabalho que foi feito. Há um entendimento na parte tática, e, principalmente, da maneira como eu penso jogar futebol. Gostei bastante dos trabalhos que foram realizados", disse o técnico.

 

Diferente do ano passado, o Barcelona de Ilhéus vai poder estrear ao lado da sua torcida. Na edição de 2023, a equipe iniciou a campanha jogando no estádio Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista, e o primeiro jogo no Mário Pessoa apenas foi na terceira rodada. Em 2024, Betinho conta que o objetivo é conseguir ficar entre os quatro melhores colocados, o que garante participação na Série D de 2025.

 

"O objetivo principal é trazer calendário para o clube em 2025, o que significa chegar nas semifinais do Campeonato. Mas, sem dúvida, a briga pelo título também está no nosso trabalho. Eu falo pros jogadores que nós temos condições de brigar pelo título baiano. É difícil, mas com grandes possibilidades", explicou o técnico.

 

Time-base: Thiago Passo (Edvan), Hugo (Caio), Jaques (Wesley), Jadson (Sanny), Lucas (Henrique), Ramires (Bruno), Natan (Ninho), Hadrian (Tauã), Tony, Alan (Dionas), Cesinha.

 

Destaque: Cesinha

 


Betinho é o comandante do Barcelona de Ilhéus | Foto: Divulgação

 

ITABUNA
Técnico: Mathaus Sodré 
Baianão 2023: 3º colocado 
Estreia: Itabuna x Atlético, 14/01, às 18h30, no Mário Pessoa

 

O Itabuna foi a grande surpresa da edição de 2023 do Campeonato Baiano. Campeão da Série B estadual no ano anterior, o Dragão do Sul terminou na terceira colocação da classificação geral da Série A ao ser eliminado pelo Bahia na semifinal, após ter vencido o jogo de ida do confronto. De acordo com o presidente Rodrigo Xavier, o bom desempenho será o norte da equipe para este ano.

 

"A gente espera fazer uma campanha igual ou melhor do que no ano passado. Essa é a expectativa, sem dúvida nenhuma. Estamos trabalhando para isso. Acreditamos muito na comissão técnica e no elenco que montamos, mas é esperar agora os resultados dentro de campo que é o que valem", disse ao BN.

 

Apesar de mirar uma campanha similiar, o Dragão do Sul passou por uma grande reformulação. Para o comando do time, o técnico escolhido foi Mathaus Sodré, de 36 anos, pelos resultados com o Águia de Marabá-PA e também pela identificação com o clube, principalmente por ser filho de Gerson Sodré, um dos maiores ídolos da torcida entre as décadas de 70 e 80.

 

"Mathaus profissionalizou no futebol aqui no Itabuna, não fez uma carreira brilhante no futebol, mas tem todo um vínculo com a cidade, historicamente falando, desde o pai. Acompanhamos o trabalho dele no Águia de Marabá no Pará e que foi campeão contra Remo e Paysandu, passou em duas fases na Copa do Brasil, passou a primeira fase da Série D. Então apostamos nessa contratação da comissão", explicou o mandatário.

 

O Itabuna estreia no Campeonato Baiano de 2024 enfrentando o Atlético de Alagoinhas. A partida acontece neste domingo (14), às 18h30, no Mário Pessoa, pela primeira rodada.

 

Time-base: Andrey; Railan, Vital, Diego Augusto e Maikon; Gabriel, Tsumita e Jussimar; Wallace, Romário e Reininha.

 

Destaque: Reininha.

 

Itabuna teve um vice-campeonato em 1970 como melhor campanha | Foto: Divulgação / Itabuna

 

 

JACOBINA
Técnico: Alex Alves
Baianão 2023: 2º colocado Baiano Série B (promovido)
Estreia: Bahia de Feira x Jacobina, 14/01, às 16h, na Arena Cajueiro

 

Após ficar de fora nas três últimas edições, o Jacobina está de volta à Série A do Campeonato Baiano. No ano passado, o Jegue da Chapada conquistou o acesso ao terminar a Série B estadual no vice-campeonato. O clube retorna à elite sob o comando de um novo presidente, o prefeito da cidade Tiago Dias (PCdoB) em dezembro de 2023, mas o departamento de futebol ficou a cargo de Rafael Damasceno, ex-mandatário.

 

Para a disputa do Baianão, o Jegue da Chapada contratou o técnico Alex Alves, que jogou como atacante durante a carreira de jogador com passagem pelo Bahia em 2001. Ele iniciou a trajetória como treinador em 2015 na base da Portuguesa e acumulou experiências no Nacional-SP, Audax-SP, Juventus-SP, Cascavel-PR, Audax-RJ e Sertãozinho. Já o elenco, foi mantida uma base da campanha do acesso do ano passado, dentre eles o artilheiro Bruno Nunes. Porém, diretoria contratou reforços pontuais, como o experiente lateral Luís Ricardo, de 39 anos, que jogou no São Paulo e Botafogo.

 

"A gente manteve o elenco base da campanha do acesso e contratamos alguns jogadores experientes como Luís Ricardo, que foi do Botafogo e São Paulo. Trouxemos uma comissão técnica experiente com Alex Alves, que jogou no Bahia e no Botafogo, foi treinador do Audax-RJ e do Juventus-SP. Montamos uma equipe bem competitiva com a ideia da gente fazer bonito no Campeonato Baiano", afirmou ao BN.

 

O Jacobina foi rebaixado na edição de 2020 ao terminar na última colocação com apenas um ponto conquistado em nove jogos. Após ficar ausente da Série B de 2021, o Jegue da Chapada retomou as atividades e bateu na trave na disputa de 2022 ao ficar na quinta colocação, com dois pontos a menos do G-4. Enquanto no ano passado, a equipe fechou a primeira fase na primeira colocação, conseguiu reverter o placar agregado do confronto diante do Vitória da Conquista para conquistar o acesso, mas acabou perdendo o título para o Jequié na final. Segundo Damasceno, o time volta à elite com os pés no chão e traçou como primeiro objetivo evitar o rebaixamento.

 

"A gente quer se manter e depois buscar a classificação. O primeiro passo é se manter e depois buscar a classificação", destacou.

 

A estreia do Jacobina será contra o Bahia de Feira, fora de casa, neste domingo (14), às 16h, no jogo de abertura do Baianão de 2024.

 

Time-base: Matheus Cabral; Luís Ricardo, Lucas Pezão, Rafael Sales, Anderson Bandeira e Zé; Arthur Pelagio, Fabiano Alves e Gabriel Neréia; Max e Bruno Nunes.

 

Destaque: Luís Ricardo.

 

Jacobina conta com a força do estádio José Rocha | Foto: Divulgação

 

 

JACUIPENSE
Técnico: Jonilson Veloso
Baianão 2023: vice-campeão
Estreia: 17/01, às 19h15, Jacuipense x Vitória, na Arena Valfredão


Vice-campeão baiano nos dois últimos anos, o Jacuipense iniciou a temporada de 2024 no dia 7 de janeiro quando entrou em campo contra o Botafogo da Paraíba pela primeira fase da pré-Copa do Nordeste. Após empate por 0 a 0 no tempo normal, a equipe de Riachão do Jacuípe acabou eliminada nos pênaltis.

 

Além do Campeonato Baiano, em 2024, a Jacupa, comandada pelo técnico Jonilson Veloso, estará na Série D do Campeonato Brasileiro, competição que disputou no ano passado e terminou na oitava e última colocação do Grupo 4. Em 2020, após o quarto lugar na Quarta Divisão nacional, a Juazeirense conseguiu jogar a Série C.

 

Fundado em 1965, o Leão do Sisal tem como principal título o Campeonato Baiano da 2ª Divisão de 1989. A equipe irá estrear no estadual deste ano contra o Vitória, no dia 17, uma quarta-feira, às 19h15, no estádio Eliel Martins, o Valfredão, em Riachão do Jacuípe. Falando em Vitória, um dos destaques da equipe do Jacuipense tem história no Rubro- Negro baiano. Com contrato renovado, o zagueiro Kanu, que jogou pelo Leão em 2017 e 2018, segue sendo um dos líderes do Leão do Sisal. Animado para o começo de mais uma temporada, o zagueiro de 39 anos, que também atuou pela Juazeirense em 2020, afirmou que o Jacuipense é a terceira força do estado.

 

"O Jacuipense vem fazendo um trabalho muito bom durante esses anos. É um time que em dois anos consecutivos chegou nas finais do Campeonato Baiano, mas infelizmente não conseguiu o título. É a terceira força da competição, do futebol baiano e vem mostrando isso aí ao longo dos anos. Eu tenho certeza de que a gente vai fazer o nosso melhor e vamos sim lutar por coisas grandes. Eu tenho certeza disso", comentou o zagueiro.

 

Além de Kanu, o Jacuipense contará em seu elenco com outro jogador conhecido da dupla BaVi. Adriano Michael Jackson vestirá pela terceira vez as cores do Leão do Sisal. Atualmente com 36 anos, o atacante acumula passagens pelo futebol chinês e coreano, além de Bahia, em 2010 e 2012, Palmeiras, Santa Cruz, Juazeirense, entre outras equipes.

 

"O elenco do Jacuipense está cheio de grandes atletas, jogadores que chegaram para agregar muito ao nosso plantel. No Campeonato Baiano, precisamos chegar nas finais, porque aí dá vaga para certas competições, como a Copa do Brasil, que, além da visibilidade, traz dinheiro pro clube, e a Série D, que é uma competição muito difícil, mas é o grande objetivo, voltar para Série C", explicou Kanu.


Time-base: Marcelo; Van, Vitor Salvador, Kanu, Vicente; Fábio Bahia, Lídio, Jerry, Pablo; Flavinho e Jeam. Técnico: Jonilson Veloso.

 

Destaque: Jeam.

 

Jacuipense segue forte preparação | Foto: Divulgação / Jacuipense

 

JEQUIÉ
Técnico: Gabardo Júnior
Baianão 2023: campeão Baiano Série B (promovido)
Estreia: 17/01, às 21h30, Bahia x Jequié, na Arena Fonte Nova


Campeão da Série B do ano passado após vencer o Jacobina na final, título que representou a terceira conquista da Segunda Divisão estadual na história do clube, o Jequié estreia em 2024 contra o atual campeão Bahia, na Arena Fonte Nova, na próxima quarta-feira (17), às 21h, na Arena Fonte Nova.

 

A partida contra o Esquadrão é encarada com expectativa por toda comunidade jequieense e será especial para o gerente de futebol do Jipão, Jayme Brandão, que trabalhou no Esquadrão por 17 anos. Jayme, contratado em novembro do ano passado e que vai para a sua primeira temporada no Jequié, disse que o Bahia foi "uma escola", mas o coração não vai ficar dividido no duelo contra o ex-clube.

 

"Enfrentar o Bahia na estreia é algo especial, óbvio, para mim. O Bahia foi minha escola, minha casa durante 17 anos, mas em termos de coração ficar dividido, não vai ficar. Tenho muitos amigos lá, mas as cores que eu defendo hoje são as da ADJ (Associação Desportiva Jequié) e vencer o Bahia seria algo muito importante para o projeto e mostrar a cara da ADJ nessa competição. Respeitando muito o Bahia, independente de que equipe eles vão utilizar, é o Bahia, é a camisa do Bahia, é a Fonte Nova. Vamos nos preparar para qualquer equipe que vier para a gente conseguir ser competitivo, fazer uma boa partida e quem sabe conseguir um bom resultado na Fonte Nova", contou o gerente de futebol do Jequié.

 

Sobre a meta do recém-promovido à Série A do Baianão, o gerente de futebol disse que a meta é terminar entre os quatro e "apenas permanecer na Série A do Baianão não é discutido internamente".

 

"Inicialmente, a meta do Jequié é terminar entre os quatro. Não é impossível a gente brigar pelo título, mas a meta inicial é ficar entre os quatro e chegar às semifinais da competição. Apenas permanecer na Série A do Baianão é algo que a gente não discute internamente, por conta da ambição e investimentos que o Jequié tem. A gente tem que mirar para cima mesmo, que é ficar entre os quatro".

 

O Jequié no Baianão será treinado pelo técnico Gabardo Júnior, com passagens, entre outras equipes, por Operário, Novo Hamburgo, Vitória da Conquista e divisões de base e auxiliar técnico do Grêmio.

 

Time-base: Marcos,  Marcos Vinícius, Junior Henrique, Sérgio Baiano e Capa; Caetano, Bruno Henrique (Elivelton) e Arthur Caculé (Medina); Mococa, Vagner (Abner) e Igor Badio (Alex).

 

Destaque: Igor Badio.

 

Foto: Divulgação / Jequié

 

JUAZEIRENSE
Técnico: Carlos Rabello
Baianão 2023: 4º lugar
Estreia 17/01, às 17h, Barcelona de Ilhéus x Juazeirense, no Mário Pessoa


Na Juazeirense, a temporada começou cedo e as emoções também. O primeiro jogo da equipe em 2024 aconteceu no dia 7 de janeiro, contra o Moto Club, do Maranhão, pela 1ª fase da Copa do Nordeste. Após empate por 1 a 1, no Adauto Moraes, o Cancão de Fogo se classificou nos pênaltis e irá decidir se entra ou não na fase de grupos da Copa do Nordeste neste sábado (13), às 16h, contra o Retrô. Como está melhor posicionado que o time pernambucano no ranking da CBF, a Juazeirense jogará novamente em casa, com a força da sua torcida no Adauto Moraes.

 

Após a decisão no torneio regional, o time do técnico Carlos Rabello volta suas atenções para a estreia no Baianão 2024, contra o Barcelona de Ilhéus, fora de casa, no estádio Mário Filho, dia 17, uma quarta-feira, às 17h.

 

"Estamos, primeiramente, focados neste segundo jogo da pré-Copa do Nordeste. O Campeonato Baiano é na outra semana. Então, estamos indo por partes. A gente está bem equilibrado nesse quesito de saber distribuir o foco para as duas competições", disse o treinador do Cancão de Fogo. 

 

O treinador da Juazeirense, que está na sua sexta passagem pelo clube e tem no currículo trabalhos no Jequié, Galícia, ASA, Sergipe, entre outros clubes, também disse que acredita que o Baianão 2024 será "o mais difícil de todos os tempos".

 

"Esse ano eu acredito que vai ser o Baianão mais difícil dos últimos tempos. Bahia e Vitória, muito fortes, na Série A do Brasileiro. Com essa nova regra da CBF, que diz que para ir para a Copa do Brasil, as equipes têm que ir bem no estadual ou pelo menos estar entre as seis classificadas do Brasileiro. Acredito que, dentro da teoria, duas vagas podem ser do Bahia e do Vitória e os outros times correm por trás das outras duas vagas. Tem times muito fortes, tradicionais. Jacuipense é uma equipe candidatissima. Atlético de Alagoinhas, que é bicampeão estadual, Bahia de Feira, Barcelona de Ilhéus, Itabuna, que fez uma bela competição em 2023. São equipes competitivas, que com certeza farão uma grande competição e a Juazeirense vai brigar para estar entre esses quatro times da semifinal", analisou Rabello.

 

Time-base: João Guilherme, Edson, Zé Romário, Maurício, Talys, Elivélton, Romarinho, Patrik, Leandrinho, Ian Augusto e Luis Soares.

 

Destaque: João Guilherme.

 

João Guilherme estreou nesse ano e já se destacou na pré-Copa do Nordeste | Foto: Divulgação / Juazeirense

 

VITÓRIA
Técnico: Léo Condé
Baianão 2023: 6º colocado
Estreia em 2024: Jacuipense x Vitória, 17/01, às 19h15, na Arena Valfredão

 

Depois de cinco temporadas sem avançar para o mata-mata do Campeonato Baiano, o Vitória espera voltar ao topo em 2024. Campeão da Série B do Campeonato Brasileiro do ano passado, o Leão da Barra volta a viver um momento em que pode ser considerado um dos grandes favoritos a conquistar o Estadual. 

 

A última taça levantada pelo Rubro-Negro baiano foi a da edição de 2017, quando venceu o Bahia na final. Desde então, acumula um vice-campeonato (2018) e cinco eliminações na primeira fase (2019, 2020, 2021, 2022 e 2023). 

 

Para chegar à final, o Leão manteve uma boa base do time campeão da Série B e, até o momento, anunciou 10 reforços. São eles: os goleiros Alexandre Fintelman e Muriel; os laterais Raul Cáceres, Patric Calmon e Lucas Esteves; o zagueiro Cristián Zapata;  os meias Caio Vinícius e Willian Oliveira; e os atacantes Erick Castilho e Caio Dantas. 

 

Além disso, conforme publicado pelo Bahia Notícias, o Vitória acertou as contratações dos atacantes Luan e Everaldo e está próximo de um acordo com o meia Daniel, ex-Bahia e atualmente no Fluminense. 

 

A estreia do time treinado por Léo Condé no Campeonato Baiano será na próxima quarta-feira (17), às 19h15, contra o Jacuipense, no estádio Eliel Martins, em Riachão do Jacuípe. 

 

O centroavante Léo Gamalho, que passou por uma artroscopia no joelho direito na última quinta (11), e o lateral-esquerdo Felipe Vieira, que se recupera de uma cirurgia para reconstrução do Ligamento Cruzado Anterior (LCA) do joelho esquerdo, são desfalques confirmados. 

 

Time-base: Lucas Arcanjo; Zeca, Camutanga, Wagner Leonardo e Lucas Esteves (Patric Calmon); Dudu, Rodrigo Andrade e Matheusinho; Osvaldo, Caio Dantas e Iury Castilho.

 

Destaque: Osvaldo.

Leão não conquista o estadual desde 2018 | Foto: Divulgação / EC Vitória


Fonte: https://www.bahianoticias.com.br/esportes/noticia/67672-guia-do-baianao-2024-saiba-detalhes-e-provaveis-escalacoes-dos-10-participantes