Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Turma de Geografia da Uneb de Alagoinhas realiza oficina na Câmara de Vereadores de Inhambupe sobre o Meio Ambiente

















A turma de professores universitários de Geografia da Uneb de Alagoinhas realizou uma oficina sobre Coleta Seletiva e Meio Ambiente na Câmara de Vereadores de Inhambupe na manhã dessa sexta-feira(31).
Teve a participação de Marivaldo do Mel, Secretário de Agricultura do Município de Água Fria, Getúlio da Associação dos Jovens da Comunidade de Saquinho, de Manoel Basílio da Cocai, dos alunos do Colégio Luis Coelho e a professora Valdineia.
Com o objetivo de Promover coletivamente a defesa de bens, direitos humanos e sociais, relativo aos jovens e a comunidade em geral.
Estimular o aperfeiçoamento e cumprimento da legislação que instrumentalize a consecução dos presentes objetivos;
Promover projetos e ações que visem à participação de crianças, jovens e adolescentes bem como estimular o aprendizado e o convívio social e cultural. 
Oficinas em espaços não formais teve a  Orientação do Professor Dr. Jânio Roque Castro e os  Professores/alunos: Domingas Araújo, Jaciélia Correia, Jailton Alves, Joira Batista, José Messias Ribeiro, Mª Izabel Vasconcelos, Marlene Aparecida da Silva, Rosângela Sales e Valdirene Araújo.
Associação de Jovens da Comunidade de Saquinho e da Associação de Catadores de Material Reutilizável e Reciclável de Inhambupe- BA.
Contou com a participação da Cocai que é a Associação de Catadores de Material Reutilizável e Reciclável de Inhambupe- BA Tel: (75) 8350-6784 / 8260-2176 Email: coocai01@gmail.com, Inhambupe-Bahia.

Qual a missão da COOCAI?




Sensibilizar e mobilizar a sociedade quanto à importância da coleta seletiva do lixo com objetivo de preservação do meio ambiente, almejando o desenvolvimento sustentável.
 

Associação de Jovens da Comunidade de Saquinho



É uma sociedade civil sem fins lucrativos de duração indeterminada, situada na Comunidade de Saquinho Município de Inhambupe Estado da Bahia e foro jurídico na comarca de Inhambupe.

Parabéns a todos pelo o ótimo trabalho.
 Foto: Facebook de Rosângela Dos Santos Sales

Secretaria de Saúde lança o " Novembro Azul" com caminhada em Inhambupe

Uma caminhada realizada pelas ruas centrais de Inhambupe marcou o lançamento da campanha Novembro Azul, de prevenção e combate ao câncer de próstata - que prevê uma semana de mobilização com palestras e atividades na sede e zona rural do município -, e de esclarecimento sobre os malefícios provocados pelo sedentarismo, sobretudo para as pessoas portadoras de diabetes e hipertensão.
De acordo com a secretária de Sáude do município, Wilma Vergasta, cerca de 100 pessoas acompanharam a caminhada. Durante o evento foram ditas palavras de incentivo à prática de atividades físicas e os meios de prevenção das doenças.
Programação “Novembro Azul”
Durante o Novembro Azul, em Inhambupe, vão acontecer várias palestras, entre os dias 10 e 14 de novembro, em diversas unidades de saúde da família, da sede e de comunidades rurais. Dia 10, às 9h, ocorre palestra sobre “Prevenção de Disfunção Erétil”, na Unidade de Saúde da Família da Colônia I e II.
No dia 11, as pessoas que comparecerem à Unidade de Saúde da Família da Urbis, às 9h, vão poder ouvir um apalestra sobre “Doenças que mais acometem os homens”. No mesmo horário, acontece na Unidade de Saúde da Família da Volta de Cima palestra sobre o tema “Dores na coluna e como preveni-las”.
Dia 12, na Praça Municipal de Inhambupe, haverá um palestra sobre “Conscientização da importância da atividade física”, seguida de caminhada com a presenta do fisioterapeuta do NASF municipal e da equipe de Saúde da Família do Dr. Manoel da França. Também às 9h, “prevenção e tratamento de doenças cardiovasculares” será o tema de palestra na Unidade de Saúde da Família de Novo Inhambupe.
“Violência doméstica” será o tema da palestra que acontecerá dia 13, às 9h, na Unidade de Saúde da Família da Baixa Grande. Já a Unidade de Saúde da Família da Lagoa assistirá palestra com o tema “Conscientização sobre a importância da participação do homem durante o pré-natal”, no mesmo horário.
Por fim, no dia 14, a Unidade de Saúde da Família do Formoso promoverá a palestra “Dependências”, às 9h. Em todas as unidades, durante a semana de mobilização, serão feitas coletas para realização de PSA, intensificação da aferição de pressão e glicemia capilar, além de distribuição de camisinhas para a população alvo.

Fonte:  ASCOM de Inhambupe

Advogado de Youssef chama matéria da Veja de ‘divulgação distorcida’: ‘fonte mentiu ou é má-fé’

O advogado que representa Alberto Youssef, Antonio Figueiredo Basto, negou que tenha relação com a divulgação de supostas informações prestadas por seu cliente pela revista Veja. Segundo a publicação , o doleiro teria assumido para a Polícia Federal (PF), no âmbito da delação premiada, que a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sabiam do esquema de corrupção na Petrobras. "Asseguro que eu e minha equipe não tivemos nenhuma participação nessa divulgação distorcida", afirmou ao Valor Econômico. Segundo ele, diferente do que afirma a Veja, não houve nenhuma declaração de Youssef feita no dia 22 de outubro. "Nesse dia não houve depoimento no âmbito da delação. Isso é mentira. Desafio qualquer um a provar que houve oitiva da delação premiada na quarta-feira", afirmou Basto, irritado. O advogado diz ainda que a informação de que o depoimento teria ocorrido na quarta para que fosse feita uma retificação sobre o que o doleiro havia afirmado no dia anterior. "Não houve retificação alguma. Ou a fonte da matéria mentiu ou isso é má-fé mesmo", acusa o defensor. Na sexta-feira (24), o o superintendente da (PF) no Paraná, delegado Rosalvo Ferreira Franco, determinou abertura de inquérito para apurar "o acesso de terceiros" ao conteúdo do depoimento prestado por Youssef.

Fonte: http://www.bahianoticias.com.br/noticia/162563-advogado-de-youssef-chama-materia-da-veja-de-divulgacao-distorcida-fonte-mentiu-ou-e-ma-fe.html

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

CADASTRAMENTO DE USUÁRIOS DE ÁGUA COMEÇA EM INHAMBUPE

Vai ter início essa semana e seguirá pelos próximos 15 dias, em Inhambupe, o cadastramento de todas as pessoas físicas e jurídicas que façam uso dos recursos hídricos em qualquer atividade, seja captação ou lançamento de efluentes no rio Inhambupe ou através de poços para abastecimento humano e animal, irrigação, mineração, quem realiza construções de barragens, dentre outros.
Esta campanha realizada pelo Inema em parceria com a LK e Ibis Engenharia – consórcio contratado pelo governo do Estado para executar projeto de revitalização da bacia do Recôncavo e Inhambupe – tem como objetivo ajudar a solucionar os conflitos de uso e problemas com escassez de água, através do cadastro de usuários de águas subterrâneas e superficiais.
O cadastro é gratuito e a população pode contribuir dirigindo-se ao posto instalado na Secretaria de Educação do Município, das 8h às 17h, levando os documentos pessoais: RG e CPF, além de informações da propriedade, como é a captação, área irrigada e método de irrigação. A responsável pelo serviço é a técnica Evelyn Lino.
Além disso, estará circulando pelo município visitando fazendas, propriedades e fábricas um cadastrador censitário, Leandro Soares, a quem o secretário de Agricultura e Meio Ambiente Nélio Costa pede a colaboração da população, dando-lhe as informações e o acesso solicitados. Nélio destaca que a secretaria irá acompanhar de perto os trabalhos de cadastramento e auxiliará na indicação e identificação dos usuários de água e lançadores de efluentes no município.

Fonte: ASCOM  de Inhambupe

Brasil registra 789 casos de chikungunya; Bahia tem maioria dos casos, diz MS

O último balanço da chikungunya no país registrou 789 casos de febre no país, a maioria transmitida na Bahia. Segundo dados divulgados nesta quarta-feira (29) pelo Ministério da Saúde (MS), outros dois estados registraram casos, Amapá e Minas Gerais. Na Bahia, foram contados 371 casos em Feira de Santana, 82 em Riachão do Jacuípe, dois em Salvador, um em Alagoinha, um em Cachoeira e um em Amélia Rodrigues. Em Oiapoque (AP) foram registrados 330 casos. Também foi registrado um caso em Matozinhos (MG), além de 39 pessoas que tiveram o diagnóstico da doença, mas foram contaminadas fora do país. Nos casos de chikungunya, o paciente não precisa ser internado. Ele é tratado em casa, com remédios para aliviar dores e febre, conforme recomendação médica. Para evitar a transmissão do vírus, é fundamental que as pessoas reforcem as ações de eliminação dos criadouros dos mosquitos. As medidas são as mesmas para o controle da dengue.

Fonte: http://www.bahianoticias.com.br/saude/noticia/12850-brasil-registra-789-casos-de-chikungunya-bahia-tem-maioria-dos-casos-diz-ms.html