Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

sábado, 31 de janeiro de 2009

Inhambupe

Só pra terminar o mês com imagens do alto, coloquei essa linda paisagem de Inhambupe.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Região do Rio Inhambupe

Nossa vida é assim, que nem um rio, tem muitas barreiras na frente, mas o destino final é no mar.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Um pouco do Jota Maia

A praça se chama Candido Nery, mas todos chamam de Jota Maia por que é o nome da rua principal dessa praça.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Rua Francisco Pinto

Famosa rua da Pousada, essa é a rua Francisco Pinto, além da Pousada, temos nessa rua o cemitério Espírita, único no mundo.

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Região da Barroquinha

Um pouco mais da Barroquinha em Inhambupe.

Belém a capital Social do mundo

Começa hoje o Fórum Social Mundial com a participação de mais de 80 mil pessoas de todos os lugares do mundo, estive na capital do Pará em 2007 e passei três dias em Belém e nem imaginava que no ano 2009 teria um grande evento mundial, mas quais os objetivos do Fórum Social Mundial? fui no Site e encontrei 10 objetivos. http://www.belemdopara.tur.br/
  1. Pela construção de um mundo de paz, justiça, ética e respeito pelas espiritualidades diversas, livre de armas, especialmente as nucleares;
  2. Pela libertação do mundo do domínio do capital, das multinacionais, da dominação imperialista patriarcal, colonial e neo-colonial e de sistemas desiguais de comércio, com cancelamento da dívida dos países empobrecidos;
  3. Pelo acesso universal e sustentável aos bens comuns da humanidade e da natureza, pela preservação de nosso planeta e seus recursos, especialmente da água, das florestas e fontes renováveis de energia;
  4. Pela democratização e descolonização do conhecimento, da cultura e da comunicação, pela criação de um sistema compartilhado de conhecimento e saberes, com o desmantelamento dos Direitos de Propriedade Intelectual;
  5. Pela dignidade, diversidade, garantia da igualdade de gênero, raça, etnia, geração, orientação sexual e eliminação de todas as formas de discriminação e castas (discriminação baseada na descendência);
  6. Pela garantia (ao longo da vida de todas as pessoas) dos direitos econômicos, sociais, humanos, culturais e ambientais, especialmente os direitos à saúde, educação, habitação, emprego, trabalho digno, comunicação e alimentação (com garantia de segurança e soberania alimentar);
  7. Pela construção de uma ordem mundial baseada na soberania, na autodeterminação e nos direitos dos povos, inclusive das minorias e dos migrantes;
  8. Pela construção de uma economia centrada em todos os povos, democratizada, emancipatória, sustentável e solidária com comércio ético e justo;
  9. Pela ampliação e construção de estruturas e instituições, políticas e econômicas – locais, nacionais e globais, – realmente democráticas, com a participação da população nas decisões e controle dos assuntos e recursos públicos;
  10. Pela defesa da natureza (amazônica e outros ecossitemas) como fonte de vida para o Planeta Terra e aos povos originários do mundo (indígenas, afrodescendentes, tribais, ribeirinhos) que exigem seus territórios, linguas, culturas, identidades, justiça ambiental, espiritualidade e bom viver.

Veja um pouco da história de Belém, clique na imagem que ela aumenta e facilita a leitura



Mercado do Ver-o-Peso (1688): na área da Cidade Velha e diretamente às margens da baía do Guajará, abastece a cidade com produtos alimentícios do interior paraense, fornecidos pricipalmente por via fluvial.

A Catedral Metropolitana de Belém é a sede da Arquidiocese de Belém e localiza-se no bairro Cidade Velha, na cidade de Belém do Pará.

Mais um pouco de História

Eu no Guajará que é uma baía que banha diversas cidades do estado brasileiro do Pará, inclusive sua capital, Belém. Foi formada pelo encontro da foz do Rio Guamá com a foz do Rio Acará.

A Casa das Onze Janelas ou Palacete das Onze Janelas é um edifício histórico da cidade brasileira Belém do Pará. Trata-se de um ponto turístico da cidade de Belém, construída no século XVIII, por um rico senhor do engenho chamado Domingos da Costa Barcelar, afim de ser sua mansão.
Onde tudo começou foi nesse Forte, veja a história abaixo
Foto tirada dentro desse Forte clique na imagem para aumentar.
Estação dos Docas com muitos restaurantes e nesse dia quando entrei ouvi músicas da Bahia.
O Theatro Nossa Senhora da Paz, ou simplesmente Theatro da Paz, localiza-se na cidade de Belém, no estado do Pará, no Brasil, construído com recursos auferidos da exportação de látex, no Ciclo da Borracha. Atualmente é o maior teatro da Região Norte e um dos mais luxuosos do Brasil, com cerca de 131 anos de história é considerado um dos teatros-monumentos do país.
Vejo bandeira em todo lugar até na minha mochila, depois de uma boa caminhada parei um pouco na estação dos Docas.




Museu do Índio lugares que não podem deixar de visitar
O contador de energia em Belém fica nos postes, bem diferentes de Inhambupe na Bahia

Essa é a Feira do Açaí bem perto do Mercado Ver-o-peso

Voltando pra Inhambupe dentro do avião

O que é o Fórum Social Mundial?

O Fórum Social Mundial (FSM) é um espaço aberto de encontro – plural, diversificado, não-governamental e não-partidário –, que estimula de forma descentralizada o debate, a reflexão, a formulação de propostas, a troca de experiências e a articulação entre organizações e movimentos engajados em ações concretas, do nível local ao internacional, pela construção de um outro mundo, mais solidário, democrático e justo.

As três primeiras edições do FSM, bem como a quinta edição, aconteceram em Porto Alegre, Rio Grande do Sul (Brasil), em 2001, 2002, 2003 e 2005. Em 2004, o evento mundial foi realizado pela primeira vez fora do Brasil, na Índia. Em 2006, sempre em expansão, o FSM aconteceu de maneira descentralizada em países de três continentes: Mali (África), Paquistão (Ásia) e Venezuela (Américas). Em 2007, voltou a acontecer de maneira central no Quênia (África).

O FSM tornou evidente a capacidade de mobilização que a sociedade civil pode adquirir quando se organiza a partir de novas formas de ação política, caracterizadas pela valorização da diversidade e da co-responsabilidade. O sucesso da primeira edição resultou na criação do Conselho Internacional que, em sua reunião de fundação, aprovou em 2001 uma Carta de Princípios, a fim de garantir a manutenção do FSM como espaço e processo permanentes para a busca e a construção de alternativas ao neoliberalismo. Hoje, são realizados fóruns sociais locais, regionais, nacionais e temáticos em todo o mundo, com base na Carta de Princípios. Em 2008, para marcar esse processo, foi realizado mundialmente no dia 26 de janeiro o Dia Global de Mobilização e Ação.

Parte do texto foi tirado do site do wikipedia.
E as fotos são minhas no dia que visitei Belém.
O meu objetivo nessa postagem é mostrar que ainda devemos acreditar em um mundo melhor e que tem muitas pessoas empenhado em viver em uma sociedade mais justa e igualitária.
Obrigado a todos os visitantes do Brasil e do mundo.
Aprendi muito em Belém em pouco tempo de visita, pois conheci um pouco da história da região Amazônica.
O Fórum Social Mundial começa com uma grande caminhada hoje á
às 15 horas.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Linda Igreja

Linda igreja não é verdade? Estamos na cidade de Inhambupe.

domingo, 25 de janeiro de 2009

Região da Rodoviaria



Olhar a cidade do alto sempre é ótimo, veja detalhes das casas e ruas, estamos vendo a região da Rodoviaria de Inhambupe.

João Damasceno Nobre e a Fazenda Bebedouro






JOÃO DAMASCENO NOBRE nasceu dia 6 de maio 1910, na Fazenda Bebedouro, distrito de Serraria, município de Inhambupe, estado da Bahia. Em 1917, acompanhando a família, foi trabalhar na lavoura cacaueira no mesmo estado em que nasceu. Em 1955, publicou seu primeiro folheto, As Aflições do Presente e as Glórias do Porvir. Editou pela extinta editora Prelúdio, antecessora da Luzeiro, As Profecias do Boi Misterioso, A História do Perverso Barba Roxa e O Quengo de Pedro Malazarte no Fazendeiro, sendo este último reeditado há quase cinqüenta anos.
http://www.editoraluzeiro.com.br/jdn.htm

Achei por acaso esse material no site acima, pois aqui temos que mostrar o passado de pessoas que viveram nesse município e por algum motivo teve que sair daqui e morar em outro lugar, mesmo assim deixaram o seu nome na história.
Hoje muitos inhambupenses vivem fora e mostra a sua capacidade ao mundo seja onde for.
Inhambupense continuem assim, mostrando a sua capacidade seja aqui ou onde estiver, o importante é lutar sempre por um mundo melhor e mais justo.
Quase que esquecia as fotos acima é do Bebedouro, região próxima de Baixa Grande povoado de Inhambupe.

sábado, 24 de janeiro de 2009

Ponte da BR-110

Essa é a ponte da BR-110 sobre o Rio Inhambupe.

Dia da Constituição


O Congresso Nacional Constituinte de 1890

Em 3 de dezembro de 1889 o Governo Provisório nomeou uma Comissão especial para elaborar o projeto de Constituição que seria apresentado ao Congresso Constituinte da República. Compunham-na Joaquim Saldanha Marinho, signatário do Manifesto Republicano de 1870, que foi escolhido presidente da Comissão; os republicanos históricos Américo Brasiliense, Francisco Rangel Pestana e os juristas Antonio Luiz dos Santos Werneck e José Antonio Pedreira de Magalhães Castro. Iniciados os trabalhos, três foram os anteprojetos que seus membros elaboraram, os quais foram reduzidos a um só, inspirado nas constituições dos Estados Unidos e da Argentina. Foi entregue, em 30 de maio de 1890, ao Governo que, de 10 a 18 de junho realizou minuciosa revisão, efetuada, em especial, por Rui Barbosa, melhorando sua redação e modificando sua estrutura. Em 22 de junho de 1890 era aprovado o projeto dito "do Governo Provisório".

O Congresso Constituinte foi convocado por decreto de 21 de dezembro de 1889, para reunir-se no dia 15 de novembro de 1890. No dia 15 de setembro realizaram-se as eleições em todos os estados brasileiros.

O Congresso Nacional Constituinte instalou-se, com toda a solenidade, no dia 15 de novembro de 1890, no Paço da Boa Vista, Rio de Janeiro. O Congresso compunha-se principalmente de pessoal novo na política brasileira: republicanos históricos ou de última hora, muitos militares e alguns remanescentes dos partidos da monarquia, quase sempre discretos ou adesistas entusiastas. Depois de eleger a sua Mesa (sendo eleito presidente do Senado e do Congresso o republicano histórico Prudente de Morais), o primeiro ato do Congresso foi reconhecer os poderes do Governo Provisório, e prorrogá-los até que se promulgasse a nova Constituição.

Houve um acordo geral para que fosse imediatamente votado e aprovado o projeto do Governo. Não se fizeram, pois, alterações significativas.

Depois de pouco mais de três meses, em 24 de fevereiro de 1891, foi solenemente promulgada a Constituição republicana.

Alegoria referente à eleição presidencial de 1891

Alegoria referente à eleição presidencial de 1891

De acordo com uma disposição transitória da Constituição de 1891, o Presidente e o Vice-Presidente do primeiro período republicano deveriam ser excepcionalmente eleitos pelo Congresso Constituinte.

Deodoro da Fonseca apresentou-se como candidato a Presidente, tendo como candidato a Vice, na mesma chapa, o Almirante Eduardo Wandenkolk. Na época, Presidente e Vice eram eleitos separadamente. Como já havia forte oposição a Deodoro, esta articulou a candidatura de Prudente de Morais, o presidente do Congresso, tendo o Marechal Floriano Peixoto como candidato a Vice. Floriano, além de candidatar-se a Vice-Presidente, na chapa de Prudente de Morais, apresentou também candidatura própria à Presidência.

Apurada a votação,em 25 de fevereiro de 1891, foi obtido o seguinte resultado na eleição para Presidente: Deodoro da Fonseca - eleito com 129 votos; Prudente de Morais - 97 votos; Floriano Peixoto 3 votos;Joaquim Saldanha Marinho - 2 votos; José Higino Duarte Pereira - 1 voto; cédulas em branco - 2.

Para Vice-Presidente foi eleito o candidato da oposição, Marechal Floriano Peixoto, com 153 votos, contra 57 recebidos pelo Almirante Wandenkolk.

A vitória de Deodoro explica-se pelo temor de que o velho Marechal desse novo golpe militar, fechando o Congresso e restaurando a monarquia. Mesmo os líderes da oposição haviam resolvido que, numa eventual vitória de Prudente de Morais, o Congresso lhe daria imediatamente posse do cargo, instalando-se sem demora o governo no próprio edifício do Parlamento, onde esperariam os acontecimentos, convocando para as imediações do prédio as forças militares com cuja lealdade podiam contar.

Fonte: pt.wikipedia.org

Rio Inhambupe do alto


Um pouco do rio Inhambupe.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Região do Fórum

Realmente tem muitas árvores, apenas dentro da cidade, olhe aquele piso branco lá em cima é o futuro Parque de Exposição, será que irá continuar as obras no Novo governo?

Detalhes da igreja

A igreja de Inhambupe é considerada uma das mais bonita do Brasil e do mundo. Veja os detalhes.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Olhe o Campo de Bola

O mês de Janeiro é assim, começa o ano e os internautas ganha o presente de ter as fotos do alto da nossa cidade.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Ponte Real

A Ponte Real fica na saída da cidade pelo o norte, veja a situação do rio, que em alguns pontos pessoas podem atravessar.

Programa Momentos de Amor

Quando você liga o rádio a noite em Inhambupe e sintoniza a Inhambupe FM, você escuta o programa mais romantico da Bahia, é o Programa Momentos de Amor com o locutor Joilson Souza que vai ao ar de segunda a sexta, das 20 às 22 horas.
Deixe aqui a sua mensagem para o programa ou mande um recado para os ouvintes.

Cemitério Nossa Senhora da Conceição


Além do cemitério, temos ainda a Rua Abdon Guerra que é essa rua na foto.

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Inhambupe e seu povoamento


A imagem já diz tudo, temos uma foto via satélite do google earth, onde temos Inhambupe, colocando em uma linha reta, temos Itariri a praia mais próxima do litoral norte da Bahia e mais ao sul temos a famosa Praia do forte, onde se encontra a casa da Torre em Mata de São João.
O povoamento do sertão no nordeste da Bahia, de Inhambupe a Paulo Afonso, deveu-se, em primeiro lugar, aos jesuítas que adentraram o interior em sua missão catequética; depois, aos bandeirantes, principalmente os oriundos da Casa da Torre, como era conhecida a morada dos Garcia d’Ávila.
Temos cidades como Aporá, Acajutiba que parece perto pelo o mapa, e ainda temos Alagoinhas que fica a cerca de 48 Km.


Rua Pedro da Silva e Oliveira

Olhe aí a Pedro da Silva e Oliveira no Blog. Aqui é assim Inhambupe em primeiro lugar.
Rua conhecido por muito tempo como a rua da Coelba.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Rua Mário Neves da Rocha

Essa é a rua Mário Neves da Rocha, ainda não lembra que rua é essa? É a rua do Forum Ministro Adalício Nogueira que fica lá na frente, a foto foi tirada perto do Colégio John Kennedy.
Temos um novo caminho pra chegar no blog, fale a todos o endereço é

Praça Santa Izabel

Praça Santa Izabel

domingo, 18 de janeiro de 2009

Praça Mauricio Dantas

Essa é a Praça Mauricio Dantas, no comercio de Inhambupe, aqui é assim o passado e o presente sempre aqui no blog.
A mesma praça em épocas diferentes.
Sempre vou comparar algumas fotos aqui no blog.
Novidades sempre terá no blog.