Veja no Blog

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Estatuto do Servidor é aprovado depois de 45 anos na Câmara de Vereadores de Inhambupe












A Sessão da Câmara de Vereadores dessa terça-feira(23) começou por volta das 17h54min com um grande atraso e terminou às 19h26min onde foi votado a Estatuto do Servidor Público, estatuto esse que estava defasado há 45 anos, a equipe do SINDSERPI e o seu Presidente Ronaldo Leite elaborou esse documento.
O Vereador Jeovan falou sobre os cortes dos funcionários do município e disse que essas demissões não cheguem a setores essenciais do município, espera que a coleta do lixo não seja prejudicada, falou dos super salários que não foram prejudicados, disse que se tem falta de compromisso do poder público, falou da falta de água na Comunidade de Limoeiro e também sobre a aprovação do Estatuto do Servidor.
O Vereador Uelson falou sobre a vida do Servidor Público, principalmente no setor de limpeza pública que sofre com atraso de salário, falou da questão do transporte escolar e que a defensoria pública acatou a denuncia em Salvador e disse que a regional deve apurar, falou que o Banco do Brasil questionou a moção de repudio, parabenizou o Presidente do Sindicato do Servidor Público Ronaldo Leite pelo o trabalho em elaborar com sua equipe o novo Estatuto do Servidor.
O Vereador Dr. Miguel falou de sua preocupação com a EMBASA que nunca compareceu na Casa mesmo sendo convocada e hoje apareceu, falou que as contas da água aumenta a cada dia que passa, falou que é preciso ouvi a sociedade e que a EMBASA atenda e trate a população com dignidade, falou que água e luz não pode interromper o seu serviço mesmo sem pagamento segundo a constituição, isso ele não quer incentivar o não pagamento, a empresa fazer outros meios para que o consumidor pague as contas.
O Vereador Marcos falou de tantos dos problemas  da cidade, falou que a Câmara tem o que a sociedade pediu nas últimas eleições e terá o que a Sociedade pedi, parabenizou o Sindicato do Servidor pelo o Estatuto.
Vereador Querido falou de seus trabalhos na Câmara, citando que é vereador de primeiro mandato falou de algumas obras como: O calçamento da Rua da França com apoio de Josias Gomes e Rafael Dias, Calçamento da Rua que fica ao lado do Colégio Estadual Simone Nery, ampliação da água na região da Araçatuba que beneficiou cerca de 300 famílias, trator para a região do Tanquinho, falou da viatura que conseguiu com os 12 vereadores, disse que irá deixar a sua marca como vereador de primeiro mandato e que irá sair de cabeça erguida no dia 31 de dezembro, terminou dizendo que não é demagogo e não faz politicagem.

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Confira as fotos do comício de Euberto e Ademar Simões no Entrocamento de Sátiros Dias no último domingo (21)

 

 

 

 

 

 
 

Fotos: http://oedimarseliganainformacao.blogspot.com.br/2016/08/inhambupe-euberto-luiz-ademar-simoes-e.html

Confira as fotos do comício de Nena e Izabel no povoado Saquinho na tarde deste domingo (21)







Fotos: http://davidgouveiablogshow.blogspot.com.br/2016/08/inhambupe-confira-as-fotos-do-comicio.html

Confira as fotos da inauguração do Comitê Central da Campanha de Euberto Luiz





 

 

No último sábado(20) o candidato a Prefeito Euberto Luiz juntamento com o seu vice-Prefeito Ademar Simões, inauguram o comitê central da Campanha. 

Fotos: http://oedimarseliganainformacao.blogspot.com/2016/08/multidao-de-gente-foi-para-ruas.html

Confira as fotos de Nena em reunião política na Praça Eduardo Machado

 





O Candidato a Prefeito Nena junto com a candidata a vice-prefeita Izabel e candidatos a Vereador(a) fizeram uma reunião política na Praça Eduardo Machado, levando várias pessoas ao local.

Fotos: http://davidgouveiablogshow.blogspot.com.br/2016/08/confira-fotos-da-reuniao-de-nena-e_20.html

Nasa vai lançar nave espacial para pesquisar a origem da vida


A Nasa vai lançar em setembro uma sonda para estudar o asteroide Bennu (Foto: BBC/Nasa)
A Nasa vai lançar em setembro uma sonda para estudar o asteroide Bennu (Foto: Nasa)
 

Missão vai custas 1 bilhão de dólares; projeto está em retoques finais.
Foguete deverá se encontrar com asteroide dentro de dois anos.

 
Os cientistas da Nasa, agência espacial norte-americana, estão fechando os retoques finais de uma nave projetada para se encontrar com o asteroide Bennu, em 2018, para coletar pistas sobre a origem da vida.
"Estamos a poucos dias de encapsular a carenagem do foguete (parte que ajuda a diminuir a resistência frontal), levar a nave até veículo Atlas V e começar a jornada de ida e volta até Bennu", disse o principal pesquisador da missão, Dante Lauretta, no Centro Espacial Kennedy.

A missão de 1 bilhão de dólares, conhecida como Osiris-Rex, tem lançamento previsto para 8 de setembro, a partir da estação da Força Aérea dos Estados Unidos em Cabo Canaveral, na Flórida.
A nave espacial robótica movida a energia solar, construída pela Lockheed Martin, deve se encontrar com o asteroide 1999 RQ36, apelidado de Bennu, daqui a dois anos para mapeamento e pesquisas. Depois, um braço robótico irá coletar amostras e retornar em 2023.
Os cientistas estão interessados em estudar que minerais e produtos químicos contém o asteroide. Acredita-se que asteroides similares que colidiram com a Terra forneceram a matéria orgânica e a água necessários para a formação da vida.
"Esperamos encontrar materiais que datam de antes de nosso sistema solar", disse Lauretta, acrescentando que as amostras físicas das missões Apollo à Lua nas décadas de 160 e 1970 ainda estão rendendo frutos científicos até hoje.

 Fonte: http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2016/08/nasa-vai-lancar-nave-espacial-para-pesquisar-origem-da-vida.html

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Não vou dar esse presente para eles, diz Dilma ao negar renúncia


Não vou dar esse presente para eles, diz Dilma ao negar renúncia
Foto: Reprodução / Twitter
 
A três dias do início do julgamento final de seu processo de impeachment no Senado, a presidente afastada Dilma Rousseff (PT) afirmou na madrugada desta segunda-feira (22) em entrevista ao Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), que não tem a menor intenção de renunciar ao mandato. "Não tenho a menor intenção de, em nenhum momento, renunciar. 

Não dou esse presente para eles", afirmou a petista na entrevista, em referência ao grupo do presidente em exercício Michel Temer (PMDB), a quem chamou de "usurpador golpista". Embora aliados de Dilma digam que ela já dá seu impeachment como certo, a presidente afastada declarou que lutará "até o fim" para se manter no cargo. "Realisticamente, lutarei até o fim", disse. "Jamais eu jogo a toalha". Dilma afirmou que tem conversado com senadores e vê a possibilidade de conseguir os 28 votos para se salvar. Para ela, o grupo de Temer trabalhou para antecipar a votação final do impeachment, porque tem "medo" de alguma delação premiada que mostre o "grau de comprometimento" do governo interino. Ela, que promete ir pessoalmente ao Senado para fazer sua defesa, afirmou ser uma pessoa "extremamente tranquila" quando enfrenta situações adversas. 

O julgamento final do impeachment está previsto para começar na próxima quarta-feira, 24, e pode se estender por cinco dias. Dilma voltou a dizer que não cometeu nenhum crime que justifique seu impeachment, mas reconheceu que cometeu "vários erros". "Inclusive o de não perceber que iria ser traída do jeito que fui", afirmou. "Achei também que era possível fazer um ajuste (fiscal) rápido para sair da crise",  acrescentou. Citada em delações feitas no âmbito da Operação Lava Jato, como a do ex-líder do governo dela no Senado e senador cassado, Delcício Amaral, a presidente afastada voltou a se defender dessas acusações e disse que não teme ser condenada e presa. "Eu sei o que eu fiz", declarou. A presidente afastada disse que "nenhum empreiteiro" pode afirmar que deu alguma contribuição financeira para ela. "Pode dizer que deu para minha campanha", afirmou. 

Ela ressaltou que a relação dela com Marcelo Odebrecht, que negocia processo de delação premiada, foi "bastante profissional". A petista afirmou que tem uma lealdade "pessoal" e "política" ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Para ela, Lula está "só no início (da luta política) outra vez", por três fatores: a força política dele, o fato de ele ter sido, na avaliação dela, um bom presidente e pela disposção do petista. A presidente da República afastada disse também achar uma "temeridade" a Justiça eventualmente determinar a prisão de Lula. "Principalmente porque tenho certeza que ele é absolutamente inocente daquilo que está sendo acusado", afirmou. Dilma ainda negou que esteja se sentido abandonada por seu partido desde que foi afastada temporariamente do mandato pelo Senado, em maio deste ano. "De maneira alguma. É o PT que me acompanha diariamente aqui (no Palácio da Alvorada, onde mora e despacha)", disse. (Igor Gadelha).

Fonte: http://www.bahianoticias.com.br/estadao/noticia/144924-nao-vou-dar-esse-presente-para-eles-diz-dilma-ao-negar-renuncia.html

domingo, 21 de agosto de 2016

Rio 2016: Vôlei brasileiro conquista ouro e fatura tri olímpico no Maracanãzinho


Rio 2016: Vôlei brasileiro conquista ouro e fatura tri olímpico no Maracanãzinho
Foto: Reprodução / Twitter / Fivav
 
A despedida do Brasil da Olimpíada não podia ser mais emocionante. Numa reedição da final olímpica de 2004, a seleção de vôlei derrotou a Itália, neste domingo (21), no Maracanãzinho, levou novamente o ouro, e se tornou tricampeão olímpico da modalidade. Assim, o Brasil se iguala à extinta União Soviética no posto de maior campeão masculino do voleibol, em Olimpíadas. Com parciais de 25/22, 28/26 e 27/25, o Brasil fechou em 3 sets a 0.
 
Fonte: http://www.bahianoticias.com.br/esportes/noticia/41439-rio-2016-volei-brasileiro-conquista-ouro-e-fatura-tri-olimpico-no-maracanazinho.html 

Baiano Isaquias Queiroz será o porta-bandeira do Brasil na cerimônia de encerramento

Baiano Isaquias Queiroz será o porta-bandeira do Brasil na cerimônia de encerramento
Foto: Alessandro Buzas / Estadão Conteúdo
 
Recordista do país em número de medalhas em uma mesma edição dos Jogos Olímpicos, com duas pratas e um bronze, o canoísta Isaquias Queiroz puxará a delegação brasileira no desfile de encerramento, que ocorre neste domingo (21), às 20h, no Maracanã. De acordo com a Agência Brasil, ele foi escolhido pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) para ser o porta-bandeira do país, posto ocupado pela pentatleta Yane Marques na festa de abertura. Isaquias foi informado da honraria a caminho do Espaço Time Brasil, onde concedeu entrevista coletiva neste sábado (20) à tarde. “Chegou a notícia quando eu estava dentro da van. Para mim é uma honra poder representar o Brasil inteiro. Levar a bandeira. Isso para mim é muito gratificante, receber reconhecimento por toda equipe. Não é só eu que vou estar ali. É toda a minha equipe que vai estar representada. E o Brasil inteiro”, afirmou o atleta. Em sua primeira participação olímpica, o baiano medalhou em três provas diferentes da canoagem velocidade – prata na canoa individual de mil metros, bronze na canoa individual de 200 metros e prata na canoa dupla de mil metros, ao lado de Erlon Silva – e deixou para trás nomes como os atiradores Guilherme Paraense e Afrânio da Costa e os nadadores Gustavo Borges e Cesar Cielo, que haviam faturado duas medalhas em uma mesma Olimpíada. Antes de se tornar um dos grandes nomes do esporte do país, Isaquias vinha colecionando bons resultados em sua modalidade. Ele foi bicampeão mundial no C1 500 metros (prova que não consta no programa olímpico) e é, junto com Erlon Silva, o atual campeão mundial na C2 mil metros.
 
Fonte: http://www.bahianoticias.com.br/esportes/noticia/41436-baiano-isaquias-queiroz-sera-o-porta-bandeira-do-brasil-na-cerimonia-de-encerramento.html

sábado, 20 de agosto de 2016

Rio 2016: Brasil espanta 'fantasma do 7 a 1', vence Alemanha nos pênaltis e leva ouro


Rio 2016: Brasil espanta 'fantasma do 7 a 1', vence Alemanha nos pênaltis e leva ouro
Foto: Reprodução / Twitter / Rio 2016
 
Acabou a espera. Depois de amargar vice-campeonatos em Los Angeles-1984, Seul-1988 e em Londres-2012, a seleção brasileira olímpica finalmente pode comemorar uma medalha de ouro no torneio de futebol masculino dos Jogos Olímpicos. 
 
 Dentro de um Maracanã lotado, a equipe capitaneada por Neymar deixou o "Fantasma do 7 a 1" de lado e venceu a Alemanha nos pênaltis na noite deste sábado (20) e conquistou o título no Rio-2016. Neymar, em uma cobrança de falta, aos 26 minutos do primeiro tempo, abriu o placar. No segundo tempo, Meyer empatou para os alemães e deu contornos dramáticos ao duelo que terminou 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação. 
 
Nas penalidades, o Brasil conseguiu se sair melhor e levou o título olímpico. O time do técnico Rogério Micale jogou com a seguinte escalação: Weverton; Zeca, Marquinhos, Rodrigo Caio e Douglas Santos; Walace e Renato Augusto; Gabriel Jesus (Rafinha), Neymar, Luan e Gabigol (Felipe Anderson). Os germânicos de Horst Hrubesch jogaram com Horn; Klostermann, Süle, Ginter e Toljan; Sven Bender, Lars Bender (Proemel) e Meyer; Brant, Gnabry e Selke (Petersen). Com a conquista do futebol, o Time Brasil agora tem a sua melhor campanha na história das Olimpíadas. Até o momento, são seis medalhas de ouro, seis pratas e cinco bronzes. 
 
Fonte: http://www.bahianoticias.com.br/esportes/noticia/41431-rio-2016-brasil-espanta-039fantasma-do-7-a-1039-vence-alemanha-nos-penaltis-e-leva-ouro.html

‘Lágrimas começaram a cair’, diz autor de foto do menino Omran na Síria

O menino Omran Daqneesh, de 5 anos, aguarda atendimento em uma ambulância, sujo de sangue e de poeira, após ser resgatado dentre escombros de um edifício alvo de um bombardeio aéreo em Aleppo, no norte da Síria. A cena causou comoção nas redes sociais (Foto: Reuters)O menino Omran Daqneesh, de 5 anos, aguarda atendimento em uma ambulância, sujo de sangue e de poeira, após ser resgatado dentre escombros de um edifício alvo de um bombardeio aéreo em Aleppo, no norte da Síria. A cena causou comoção nas redes sociais (Foto: Reuters)
 

Mahmoud Rislan diz que ficou comovido por estado de choque do menino.
Imagem de menino resgatado de bombardeio virou símbolo da guerra na Síria.

 
O estado de choque do menino Omran Daqneesh, sentado no interior de uma ambulância coberto de poeira após ser resgatado dos escombros de uma casa alvo de bombardeio na Síria, comoveu o fotógrafo Mahmoud Rislan, que acompanhava o resgate de feridos.
“As lágrimas começaram a cair quando eu tirei a foto. Não é a primeira vez que chorei. Chorei muitas vezes enquanto filmava crianças traumatizadas. Eu sempre choro. Nós, fotógrafos de guerra, sempre choramos. Na noite passada todos choraram”, diz o fotógrafo em relato publicado nesta sexta-feira (19) no Facebook pela ONG The Syria Campaign, que trabalha para mobilizar as pessoas para a situação da Síria.

A imagem, divulgada nesta quinta pelo grupo opositor sírio Aleppo Media Center (AMC), compartilhada por milhões de internautas nas redes sociais e estampada nas manchetes do mundo inteiro, comoveu o mundo e virou um novo símbolo da guerra na Síria.

Raslan afirma que ficou emocionado pelo fato de o menino estar em silêncio, sem chorar ou dizer qualquer palavra. Também disse que lembrou de sua filha de apenas sete dias. “Eu pensei que poderia ser ela. Poderia ser qualquer criança de Aleppo ou da Síria”.
A luta pelo controle de Aleppo, dividida entre o oeste controlado pelo governo e o leste comandado pelos rebeldes, se intensificou nas últimas semanas provocando centenas de mortes e impedindo o acesso de muitos civis a produtos básicos, luz e água.

Desde o início da guerra na Síria em 2011, mais de 270 mil pessoas morreram e mais da metade da população do país deixou suas casas.

Veja abaixo o relato na íntegra:

“Eu moro a apenas 300 metros do [local do] ataque. Logo após as 19h, depois das orações da noite, ouvimos as explosões. Eu corri para lá com outros três ativistas de mídia.

A primeira coisa que vi foram três corpos que estavam no chão sendo carregados para a ambulância. Aqueles eram os vizinhos da família de Omran. O prédio estava totalmente destruído – todos os seis andares eram escombros.
Então olhei para cima para ver outro prédio parcialmente destruído – a casa de Omran. Os capacetes brancos subiram as escadas de um prédio próximo porque as escadas da casa de Omran estavam destruídas. Eu fui junto para ajudar.

O primeiro sobrevivente que eles resgataram foi Omran e eu peguei minha câmera e comecei a filmar. Descobri mais tarde que ele tinha apenas quatro anos.

Estava muito escuro para uma boa filmagem, mas continuei e o segui. O capacete branco
(voluntário de defesa civil) carregou o menino para a ambulância e o colocou na cadeira. Continuei filmando. Foi aí que percebi o quão traumatizado o menino estava e mudei a câmera de filmagem para tirar uma foto.

As lágrimas começaram a cair quando eu tirei a foto. Não é a primeira vez que chorei. Chorei muitas vezes enquanto filmava crianças traumatizadas. Eu sempre choro. Nós, fotógrafos de guerra, sempre choramos. Na noite passada todos choraram.

Omran me afetou porque ele estava em silêncio. Ele não chorou. Não disse uma palavra. Estava chocado.

Pensei na minha pequena bebê de sete dias. Eu pensei que poderia ser ela. Poderia ser qualquer criança de Aleppo ou da Síria.

Então a equipe dos capacetes brancos continuou a resgatar os membros da família. A irmã mais velha de Omran, que tem 11 anos, me olhou e disse para por favor não filmar. Eu desliguei a minha câmera e disse a ela ‘claro, minha querida, não vou’.

Graças a Deus toda a família de Omran está salva. Sua mãe teve uns ferimentos graves nas pernas. Seu pai teve um ferimento pequeno na cabeça. Sua irmã de sete anos passou por uma cirurgia nesta tarde e passa bem.

Hoje, quando acordei para ver o mundo todo usando a foto e falando sobre ela, pensei comigo mesmo: ‘Espero que todas as fotos de crianças e ataques na Síria viralizem para que o mundo saiba como é a vida aqui'.

Se as pessoas soubessem como é talvez a guerra acabe, os bombardeios acabem.
Talvez Omran e minha filha Amal possam viver uma vida normal como todas as crianças do mundo”
.

Fonte: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2016/08/lagrimas-comecaram-cair-diz-autor-de-foto-do-menino-omran-na-siria.html

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Alison e Bruno reforçam parceria com ouro no Rio e aprendem nas dificuldades


Alison e Bruno reforçam parceria com ouro no Rio e aprendem nas dificuldades
Foto: Divulgação/CBV
 
Após 12 anos, o Brasil voltou novamente ao lugar mais alto do pódio no vôlei de praia ao vencer a decisão do torneio masculino da Olimpíada do Rio com Alison e Bruno Schmidt. Os dois superaram os italianos Paolo Nicolai e Daniele Lupo por 2 sets a 0 e festejaram muito. "Você não ganha uma Olimpíada dentro de casa só entrando nela. Tem de ter uma história. Em 2014 compramos o terreno, em 2015 subimos nossa cara e vencemos agora", disse Alison, sobre a força da parceria.
"Ser medalhista de ouro é incrível, cara. Não caiu a ficha, nem vai cair tão cedo. É a realização de um sonho para o meu País, que merece. Nós, o povo brasileiro, trabalhamos muito, acordamos cedo, e só temos notícias ruins. Esse povo merece todo esse carinho e essas coisas boas", completou.
Para ele, as derrotas ensinaram muito para os dois e isso fez com que a dupla criasse um diferencial. "A gente nunca deixou de acreditar. Na Olimpíada, começamos o primeiro jogo atrás, mas viramos. Perdemos o segundo jogo, no terceiro torci o pé, e quando saiu a chave do mata-mata, vimos que o caminho era bem complicado. Mas um acreditou no outro e conseguimos", continuou.
Bruno, que costuma ser o mais racional dos dois, ficou o tempo todo com os olhos vermelhos de tanta emoção. Em sua primeira Olimpíada, ele conquistou o ouro e extravasou. "Tivemos muitas dificuldades em toda caminhada. Entramos focados na decisão, mas foi a coisa mais difícil que fiz na vida", disse.
Alison bateu na trave nos Jogos de Londres, ao ficar com a prata ao lado de Emanuel. Ele conta que aprendeu muito com essa derrota. "O Emanuel para mim é um irmão mais velho, nunca escondi isso de ninguém. A gente sempre se fala por telefone, me ensinou muita coisa, como pessoa, ser humano e atleta. Acho que muita coisa que passei para o Bruno foi graças a ele. É raro ter campeões olímpicos que têm a humildade de ensinar os outros."

Fonte: http://www.bahianoticias.com.br/estadao/noticia/144477-alison-e-bruno-reforcam-parceria-com-ouro-no-rio-e-aprendem-nas-dificuldades.html

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Rio 2016: Ágatha e Bárbara perdem para alemãs e ficam com a prata no vôlei de praia


Rio 2016: Ágatha e Bárbara perdem para alemãs e ficam com a prata no vôlei de praia
Foto: André Chaco / Fotoarena / Estadão Conteúdo
 
O vôlei de praia brasileiro conquistou sua primeira medalha na madrugada desta quinta-feira (18). Dentro da Arena de Copacabana, a dupla formada por Ágatha e Bárbara foram superadas pelas alemãs Ludwig e Walkenhorst e perderam por 2 sets a 0, com parciais de 21/18 e 21/14, e ficaram com a prata olímpica. O resultado deu a 12ª medalha para o Time Brasil nestes Jogos Olímpicos. São três ouros, cinco pratas e quatro bronzes.
 
Fonte: http://www.bahianoticias.com.br/esportes/noticia/41398-rio-2016-agatha-e-barbara-perdem-para-alemas-e-ficam-com-a-prata-no-volei-de-praia.html 

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Contas do Prefeito Benoni de 2014 é aprovada na Câmara por todos os vereadores presentes


Com presença de nove vereadores, as contas do atual prefeito de Inhambupe é aprovado por unanimidade, em sessão que durou 40 minutos, os vereadores presentes no momento da votação foram: Querido, Dai, Eliezer, Simone, Dr. Miguel, Cloves, Fabrício, Humberto e Izabel.
Durante a sessão só falou no plenário o Vereador Dr. Miguel que disse que a rua da Beira Rio está interditada por causa da EMBASA que deixou um buraco no momento que fez o conserto de um cano, que que a empresa de água vem causando prejuízo para o povo de Inhambupe tirando o calçamento e deixando os buracos, a Vereadora Izabel falou que a empresa não tem compromisso, o Vereador Dr. Miguel falou também da falta de água no Botelho e Riacho da Areia, falou que o Bairro da Urbis não pagava água e agora vem com os preços absurdos, e que e EMBASA vem extorquindo a população sem fazer um serviço de qualidade.

Confira os vídeos:
 

Papa Francisco vem ao Brasil em 2017, diz colunista

O Papa Francisco deve voltar ao Brasil no próximo ano. A informação é do colunista Lauro Jardim, do O Globo. O pontífice visitará Aparecida do Norte e outras cidades que ainda não foram divulgadas. 
 
Segundo a coluna, o Vaticano abriu negociações com o Itamaraty para uma viagem de Francisco em 2017, num périplo que ele fará pela América Latina, com a Argentina também incluída no roteiro.
 
Papa Francisco visitou o Rio de Janeiro em 2013 durante a Jornada Mundial da Juventude. 
 
Fonte: http://davidgouveiablogshow.blogspot.com.br/2016/08/papa-francisco-vem-ao-brasil-em-2017.html