Veja no Blog

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Planetas 'sósias' da Terra podem ganhar nomes por votação

 Entidade estuda realizar concurso para batizar os sete astros

Identificados provisoriamente apenas com as letras b, c, d, e, f, g e h, os sete exoplanetas que orbitam a estrela Trappist-1, cuja descoberta foi anunciada na última quarta-feira (22) pela Nasa, podem ganhar seus nomes definitivos por meio de um concurso mundial.
O italiano Piero Benvenuti, secretário-geral da União Astronômica Internacional (UAI), disse à ANSA nesta quinta (23) que a entidade estudará a hipótese de realizar uma competição global, com votação online aberta a qualquer pessoa, para escolher como os astros serão batizados.
Com isso, os sete planetas podem entrar para as cartas celestes com nomes inspirados em lugares e personagens históricos ou mitológicos. "Seguramente discutiremos sobre isso na reunião do comitê executivo da UAI, que será realizado em maio, em Pune, na Índia", declarou Benvenuti.
De acordo com o italiano, as sugestões seriam apresentadas por astrônomos - profissionais ou amadores -, entidades de pesquisa, associações culturais e ONGs, respeitando as normas para nomenclatura celeste. Ou seja, os nomes precisariam ser reconhecidos universalmente e não poderiam gerar controvérsias políticas, religiosas ou culturais.
Foto: EFE
"Eu, pessoalmente, escolheria nomes ligados a ideais de paz e fraternidade. Se esses planetas forem habitados, precisaremos de um belo cartão de visitas", brincou o secretário-geral da UAI. As sugestões seriam analisadas por uma comissão da União Astronômica e depois submetidas a votação online.
"Podemos pensar também em um prêmio aos vencedores, oferecendo a possibilidade de dar o próprio nome a um asteroide", acrescentou o astrônomo italiano, lembrando que um concurso parecido já foi realizado em 2015 para batizar 20 sistemas planetários.
Dos sete planetas da estrela Trappist-1, na constelação de Aquário, três estão na chamada "zona habitável", área considerada ideal pelos cientistas para que haja água em estado líquido, condição essencial para a existência de vida como a conhecemos.
Foto: Getty Images
Todos eles possuem tamanhos semelhantes ao da Terra, sendo que aquele que fica mais perto da estrela leva pouco mais de um dia para completar uma órbita. O mais distante precisa de 20. No nosso sol, muito maior que a anã vermelha Trappist-1, essa proximidade seria incompatível com a vida.
O sistema fica a cerca de 40 anos-luz da Terra, mas ainda precisarão ser feitos novos estudos para determinar a composição de suas massas. De acordo com o presidente da Agência Espacial Italiana (ASI), Roberto Battiston, serão necessários de 10 a 15 anos para se ter a tecnologia capaz de observar com mais detalhes a atmosfera dos exoplanetas e dar mais consistência à possibilidade de eles possuírem água líquida. 

Fonte: https://noticias.terra.com.br/ciencia/planetas-sosias-da-terra-podem-ganhar-nomes-por-votacao,93847c0ae4d609fed8b31e5a42b7ee6c8st9nb5e.html

Prepare-se para o incrível eclipse do Sol deste domingo

 O fenômeno poderá ser observado de quase todas as partes do Brasil

O domingo de Carnaval será acompanhado de um espetáculo a mais: um eclipse do Sol que poderá ser admirado de quase todas as regiões do país. Em algumas partes do globo como o sul do Chile, Argentina e África ele será total (quando a Lua encobre o Sol completamente), mas, aqui no Brasil, será parcial e uma meia-lua luminosa poderá ser vista no céu. O fenômeno deve atingir seu ponto máximo entre 11h e 12h30 e pode durar até 3 horas, dependendo da localização do observador.
Estados mais ao sul terão uma visualização melhor do eclipse – mas isso não impede que outras regiões possam ver pelo menos uma parte da Lua encobrindo o Sol. Segundo o astrônomo Gustavo Rojas, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), apenas algumas partes do Maranhão, Tocantins, Mato Grosso, Rondônia e Pará não conseguirão ver nada. “De maneira geral, quanto mais ao sul do país, maior a fração do Sol que será encoberta pela Lua”, afirma. De acordo com ele, em alguns estados a sombra da Lua poderá ocultar até 70% do Sol.
O horário máximo do eclipse também varia de acordo com a posição de quem observa. “A sombra da Lua se desloca do Oeste para o Leste. Portanto, os territórios mais a Oeste verão o fenômeno antes do que as regiões mais próximas do oceano”, diz Rojas. Cidades que ficam perto das fronteiras com a Argentina e o Paraguai poderão observar o auge do eclipse por volta das 11h, enquanto em estados como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília isso acontece um pouco mais tarde, em torno das 11h30. Os últimos a ver o eclipse serão os observadores da Paraíba e do Rio Grande do Norte, que só poderão admirá-lo perto das 12h30. “Vale a pena estar de prontidão pelo menos meia hora antes destes horários para acompanhar o desenrolar da fase máxima do eclipse parcial”, comenta o astrônomo.
Como se prepararAlguns cuidados, no entanto, são necessários na hora de assistir ao espetáculo. Os astrônomos orientam os observadores a nunca olhar diretamente para o Sol, pois intensa radiação solar pode danificar a visão em instantes. Para poder admirar o eclipse sem riscos, Rojas sugere utilizar um vidro de máscara de solda – os mais espessos, de tonalidade 14, fornecem a proteção adequada. Outros materiais caseiros como óculos escuros, chapas fotográficas veladas e chapas de raios-x não devem ser usados com essa finalidade.
Para quem quiser uma maior precisão, o astrônomo também indica verificar o horário exato em que o eclipse irá ocorrer na sua cidade com a ajuda de um software planetário. “Também vale a pena procurar na sua região uma observação pública do eclipse. Muitos observatórios e clubes de astronomia irão promover eventos”, afirma.
(Com informações da VEJA.com)
Fonte: http://180graus.com/noticias/preparese-para-o-incrivel-eclipse-do-sol-deste-domingo

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Por que cientistas agora recomendam 10 porções diárias de frutas, verduras e legumes para viver mais

Comer 10 porções por dia de frutas, legumes e verduras pode nos fazer viver mais, revela uma nova pesquisa.
Segundo os cientistas da Universidade Imperial College London, no Reino Unido, o consumo diário desses alimentos evitaria até 7,8 milhões de mortes prematuras.
Eles também identificaram frutas, legumes e verduras específicos que reduzem o risco de câncer e doenças cardíacas.
O levantamento mostrou que até pequenas quantidades já garantem benefício para a saúde, mas quanto mais, melhor.
Uma porção equivale a 80 gramas de frutas, legumes ou verduras ─ uma banana pequena, uma pera ou três colheres de chá de espinafre ou ervilhas.
As conclusões foram obtidas a partir de dados de 95 estudos diferentes, que analisaram os hábitos alimentares de 2 milhões de pessoas no Reino Unido.
A pesquisa mostrou, por exemplo, que a incidência de câncer é menor em quem come verduras verdes (espinafre); amarelas (pimentões) e crucíferas (couve-flor e repolho).
Já quem se alimenta de maçãs, peras, frutas cítricas, saladas, folhas verdes (rúcula) ou verduras crucíferas tem menor chance de desenvolver doenças cardíacas ou derrames.
Os resultados, publicados na revista científica Journal of Epidemiology, também apontaram os riscos de uma morte antecipada.
Na comparação com um dieta sem frutas, verduras e legumes, o estudo mostrou que:
Comer 200 gramas de frutas, verduras e legumes reduz o risco de doenças cardiovasculares em 13% e 800 gramas, 28%; 
Comer 200 gramas de frutas, verduras e legumes reduz o risco de câncer em 4%, e 800 gramas, 13%; 
Comer 200 gramas de frutas, verduras e legumes reduz o risco de morte prematura em 15%, e 800 gramas, 31%. 
No entanto, os pesquisadores ressalvam não saber se comer ainda mais porções de frutas, verduras e legumes pode trazer mais benefícios para a saúde já que não há dados suficientes para analisar essa hipótese.
Um dos cientistas envolvidos no estudo, Dagfinn Aune, destacou as vantagens da ingestão diária desses alimentos.
"Frutas, verduras e legumes reduzem os níveis de colesterol e pressão arterial, além de incrementar a saúde dos nossos vasos sanguíneos e do nosso sistema imunológico".
"Talvez isso seja devido à complexa rede de nutrientes que esses alimentos têm".
"Por exemplo, eles contêm muitos antioxidantes, que podem reduzir o dano ao DNA e levar à redução do risco de câncer".
No entanto, muitas pessoas não comem nem cinco porções de frutas, verduras e legumes (400 gramas), quantidade recomendada pela OMS (Organização Mundial da Saúde).
No Brasil, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), nove em cada dez brasileiros consomem menos do que o indicado.
Aune diz que as descobertas não mudam a recomendação dos especialistas.
"Nossas descobertas mostram claramente que devemos comer cinco porções de frutas, verduras e legumes por dia. Na verdade, há inclusive mais benefícios se você consumir mais do que isso".
Alison Tedstone, nutricionista-chefe da Public Health England, departamento de saúde do Reino Unido, afirmou que "a meta de consumo de cinco porções por dia é a fundação para uma dieta balanceada e saudável e uma maneira realizável para ajudar a prevenir um número de doenças".
"Enquanto consumir mais de cinco porções de frutas, legumes e verduras por dia é desejável...aumentar a pressão para ingerir mais desses alimentos cria uma expectativa irrealista".
Nem todos os 95 estudos que serviram de base para o levantamento foram analisados de modo a serem verificados outros aspectos do cotidiano dos participantes, como os níveis de atividade física, que pode ter um papel no prolongamento da vida.
No entanto, Aune diz que as conclusões são "muito robustas".

Fonte: http://noticias.r7.com/saude/por-que-cientistas-agora-recomendam-10-porcoes-diarias-de-frutas-verduras-e-legumes-para-viver-mais-23022017

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Vídeo completo da Sessão da Câmara de Vereadores de Inhambupe (21-02-2017)


Veja como foi a Sessão da Câmara de Vereadores de Inhambupe dessa terça dia 21-02-2017

  


A sessão da Câmara de Vereadores começou por volta das 18h07min, onde teve cerca de 1h50min de expediente com a presença dos vereadores: Presidente Jeovan, Jardiel primeiro secretário, Gleibson segundo secretário, Osvaldinho vice-Presidente, Inha da Lagoa, Eliezer da Farinha, Uelson, Keu, Edilson que é líder do governo, Dai, Humberto e Eres, com ausência do Vereador Zé de Dite.

Houve 4 indicações, na primeira que é de número 2, o vereador Osvaldinho pediu que fosse realizado o calçamento da Comunidade de Volta de Cima, na Indicação número 3, o Vereador Jeovan pediu que passe a máquina niveladora na região de Poça D’água e Km 8, na indicação número 4 foi pedido do vereador Uelson para colocar câmera de monitoramento na Unidade de Urgência e Emergência e na indicação número 05 foi pedido de Uelson para fazer uma revisão de iluminação na Região do Mandacaru, Baixa d’areia e região.

O Vereador Uelson falou que nesse inicio de gestão não é fácil, falou do projeto do consorcio público de saúde, que precisa agilizar com eficiência, falou da situação deixada pela a gestão passada por falta de iluminação, parabenizou a Polícia Militar do Litoral Norte, disse que na Baixa d’Areia tem postes sem lâmpadas, que se agonizam as contas deixada da gestão passada, que é necessário interagir com a ordem publica.

O Vereador Jardiel falou sobre o Consorcio da saúde que será importante para o município e que precisa de aparelho para dar suporte para a população, citou como exemplo eletrocardiograma e ultrassonografia, falou da indicação em passar a máquina niveladora na BA 400.

O Vereador Gleibson falou sobre o Consorcio da saúde que é preciso com urgência aprovar e assim evitar muitas viagens para Salvador e cidades vizinhas, e assim irá melhorar a saúde, no qual vem para mudar não só de Inhambupe, mas de toda a região, falou que é de suma importância, falou dos poços artesianos, como da Lagoa Seca, Pedreira e Botelho que vem lutando por falta de água, e que aos poucos vem conseguindo aos poucos na Pedreira, mas precisa de um poço artesiano no Limoeiro, falou da criminalidade que o Prefeito e a Polícia vem fazendo um trabalho para combater.

O Vereador Osvaldinho da Cajá falou da Escola do Candeal que ficou três dias sem aula e que o problema foi resolvido, saudou as mulheres que irá fazer 85 anos pelo o voto feminino, falou da emenda do deputado federal Uldurico Alencar Pinto, conhecido como Uldurico Júnior, é político brasileiro filiado ao Partido Verde da Bahia no valor de R$ 350mil para o calçamento de Volta de Cima.

O Vereador Edilson parabenizou o Prefeito pelo o trabalho, falou da importância do consorcio para a população de Inhambupe.

O Vereador Jeovan falou sobre o Projeto do Consorcio de Saude que irá contemplar os 18 municípios da região de Alagoinhas, onde irá fortalecer a saúde, o governo da Bahia foi buscar esse projeto na Alemanha, onde terá 11 especialidades e vários procedimentos, exames, micro-ônibus para fazer o translado para Alagoinhas com o prazo de um ano, irá custar para o município R$ 28 mil e que irá resolver os problemas de saúde, falou da emenda o deputado federal José Nunes (PSD) é um forte representante da Bahia no Congresso Nacional irá doar 2 tratores para Inhambupe, um para a região do Formoso e Feijão de Corda  e o outro para o Limoeiro.

Foi aprovado por todos os vereadores de Inhambupe o Consórcios de Saúde.
 



Veja abaixo o que é:


Consórcios de Saúde



O que são Consórcios Públicos?

Consistem na união entre dois ou mais entes da Federação, sem fins lucrativos, com a finalidade de prestar serviços e desenvolver ações conjuntas que visem o interesse coletivo e benefícios públicos. constitui-se numa associação pública, com personalidade jurídica de público e de natureza autárquica, ou como pessoa jurídica de direito privado sem fins econômicos.



Na sua formação, em 1988, o SUS definiu os municipios como os principais executores das políticas de saúde. Entretanto, historicamente, eles não possuem as verbas necessárias para custearem esses serviços sozinhos. Os Consórcios de Saúde surgiram como uma alternativa para os municípios melhorarem o acesso à saúde para sua população.



O processo é simples!

1 - Os prefeitos de uma região são chamados para conhecerem o projeto dos consórcios. Essas cidades poderão formar um novo consórcio.

2 - Uma policlínica de 12 milhões é oferecida pelo Estado, com todos os equipamentos, para funcionar numa cidade-sede da região (uma policlínica padrão deve atender uma região de 500 mil pessoas).

3 - O Valor de manutenção da policlínica (em média R$ 700 mil) é dividido entre os municípios participantes do consórcio.

4 - Os municípios têm que garatir o funcionamento de seus postos de saúde, UPA e Hospitais, sendo os pacientes mandados para as poiclínicas só após passarem por um médico em seu município.

5 - Os municípios consorciados podem escolher entre os dois tipos de policlínica com especialidades como tomografia, radiologia e biópsia, além de poderem oferecer serviços de deslocamento entre as cidades consorciadas e a cidade-sede da policlínica.



O projeto será composto por 28 consórcios e policlínicas, com 10 já implantadas até 2016. Os recursos utilizados para a manutenção das policlínicas será combinado entre novos, vindos do Ministério da Saúde e verbas já utilizadas para a Saúde nos Municípios.






Principais Características

  • Consórcios são instrumentos de suporte ao fortalecimento da gestão, de forma descentralizada, no apoio à organização e prestação de serviços públicos.
  • Podem atuar em diversas áreas de atividades para beneficiar a população e melhorar o acesso e a qualidade da prestação de serviços.
  • Podem ser desfeitos a qualquer tempo, mas os entes consorciados respondem pelos compromissos assumidos.
  • Prestam contas dos recursos recebidos e aplicados junto aos orgãos de controle público, por meio de fiscalização e auditoria a que são submetidas todas as instituições e pessoas jurídicas que recebem recursos públicos.
  • A participação é um ato voluntário. Nenhum ente federativo é obrigado a consorciar-se ou manter-se consorciado.



Fonte da informação acima:

http://www.saude.ba.gov.br/novoportal/index.php?option=com_content&view=article&id=9133%3Aconsorcios-de-saude&catid=31%3Aestrutura-de-atendimento&Itemid=31

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

SBT, Record e RedeTV ameaçam tirar seus canais dos pacotes de HD da TV paga

Três das maiores redes da TV aberta brasileira, SBT, Record e RedeTV, se juntaram em uma parceria para forçar a TV paga a negociar uma compensação pela veiculação gratuita de seus sinais. A joint venture foi batizada de Simba e o primeiro ato dessa empresa foi cobrar as operadoras pelo uso de seus conteúdos em HD.
Quando as operadoras vendem pacotes de TV, elas incluem as emissoras abertas, inclusive com sinal HD. Pois a Simba quer receber por isso e alega que as operadoras já pagam à Globo. As operadoras rebatem dizendo que as redes são concessões públicas gratuitas para o público e, se tiverem que pagar, o grande prejudicado será o consumidor, via aumento dos preços das assinaturas.
Pois a Simba não quer saber como vai receber, desde que receba. E, se não receber, vai imitar a Fox em sua negociação com a Sky, cortando o sinal dos três canais em HD nos pacotes das operadoras.
Se isso ocorrer, pela resolução da Anatel, as operadoras teriam de substituir esses canais por similares, que não existem. A alternativa para a falta de conteúdo correspondente é reduzir os preços dos pacotes para os assinantes.
Para pressionar ainda mais as operadoras, a Simba abriu negociações com a Netflix para a venda do conteúdo dos três canais.
O prazo dado para as operadoras se manifestaram vai até abril. A partir daí, caso não haja acordo, SBT, Record e RedeTV cortarão seus sinais nos pacotes HD da TV paga.
Segundo levantamento do IBOPE, o público dos três canais nos serviços de assinatura equivale a 20% da audiência total da TV paga brasileira.

Fonte: http://pipocamoderna.com.br/2017/02/sbt-record-e-redetv-ameacam-tirar-seus-canais-dos-pacotes-de-hd-da-tv-paga/

Brasil terá, com Temer, a pior aposentadoria do mundo

A reforma da Previdência proposta pela administração de Michel Temer vai colocar o Brasil entre os países com as regras de aposentadoria mais rígidas no mundo, com critérios mais duros do que o de muitos países bem mais ricos; no projeto brasileiro, quem contribuir por menos de 25 anos não terá direito a se aposentar mesmo que alcance a idade de 65 anos; em outros países é possível se aposentar com tempo menor de contribuição; cumpridos os 25 anos, o brasileiro receberá 76% do benefício; valor integral só será pago a quem trabalhar 49 anos;  na OCDE, grupo dos países mais desenvolvidos do mundo, um trabalhador consegue o benefício integral após contribuir em média por 44 anos; "Exigir um mínimo de 25 anos de contribuição é muito rígido. Se você contribuir por 20 anos e não ganhar nada, isso quer dizer que todas as suas contribuições foram puramente impostos", diz Hervé Boulhol, responsável pela área de aposentadoria da OCDE
Se Michel Temer conseguir aprovar sua reforma da Previdência nos termos atuais, o Brasil entre os países com regras mais rígidas para aposentadoria. Pela proposta do governo, quem contribuir por menos de 25 anos não terá direito a se aposentar mesmo que alcance a idade de 65 anos. A justificativa do governo para a reforma é o aumento da proporção de idosos em relação à de jovens. No entanto, mesmo países que já passaram por essa transição demográfica têm regras mais flexíveis. Na OCDE, grupo dos países mais desenvolvidos do mundo, um trabalhador consegue o benefício integral após contribuir em média por 44 anos. O que, no Brasil, só passaria a ser possível após 49 anos. O tempo mínimo para ter acesso a algum percentual da aposentadoria também é menor. Na Alemanha, por exemplo, são exigidos cinco anos e nos Estados Unidos, dez.

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Veja descobre a natureza corrupta do golpe e inicia seu desembarque

Um dos meios de comunicação que apoiaram o golpe contra a democracia brasileira, processo responsável por instalar Michel Temer no poder e arruinar a economia, a revista Veja começa a desembarcar; neste fim de semana, em sua capa, a publicação dos Civita compara Temer, Alexandre de Moraes e Eliseu Padilha aos três macaquinhos cego, surdo e mudo diante da corrupção e dos anseios éticos da população brasileira; como diz Veja, "eles não estão nem ái" nem para as aparências; o desembarque de Veja tem também outro motivo: como Temer é reprovado por 66,6% dos brasileiros, ele tem derrubado todos que se associaram a seu fiasco, como é o caso dos candidatos do PSDB à presidência da República; portanto, para se salvar e ter chances em 2018, a direita brasileira terá antes de abandonar Temer
A revista Veja, um dos pilares do golpe parlamentar de 2016, que liquidou a democracia brasileira e ajudou a arruinar a economia, começa a abandonar sua cria.

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Compras de títulos via Tesouro Direto somam R$ 2,17 bi, maior valor da história

Compras de títulos via Tesouro Direto somam R$ 2,17 bi, maior valor da históriapor Lorenna Rodrigues | Estadão Conteúdo
Foto: Thinkstock
 
As compras de títulos públicos pelo programa Tesouro Direto somaram R$ 2,17 bilhões em janeiro, o maior valor da história de acordo com o Tesouro Nacional. No mês passado, foram feitas 221.316 operações, com acréscimo de 21.632 investidores. O valor médio das operações foi de R$ 11.180,00, mas 71,3% das negociações foram de até R$ 5 mil. Foram resgatados R$ 2,21 bilhões em janeiro, sendo R$ 1,49 bilhão em títulos vencidos e R$ 720 milhões em recompras. Os investidores procuraram principalmente títulos indexados ao IPCA, (Tesouro IPCA+ e Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais), que tiveram participação de 49,8% do total negociado. A fatia dos títulos indexados à taxa Selic (Tesouro Selic) corresponderam a 25,7% do total e os prefixados (Tesouro Prefixado e Tesouro Prefixado com Juros Semestrais), a 24,5%. A maioria dos investimentos foi em papéis de menor prazo - 52,9% das compras foram de títulos de um a cinco anos, 36,8% de cinco a dez anos e 10,3% acima de dez anos. O total de investidores pessoas físicas que estão ativos cresceu 70,9% nos últimos 12 meses, alcançando 423.431 em janeiro. Em janeiro, o estoque de títulos do Tesouro Direto cresceu 55,9% em relação ao mesmo mês de 2016 e alcançou R$ 41,7 bilhões. A maior parte do estoque é formada por títulos remunerados por índices de preços (64,1%), seguida de títulos indexados à taxa Selic (20,6%), e títulos prefixados (15,3%). A maioria dos títulos vence de 1 a 5 anos (53,8%). Papéis com prazo entre cinco e dez anos correspondem a 20,3% e os com vencimento acima de dez anos, a 16,6% do total. Outros 9,4% vencem em até um ano.
 
Fonte: http://www.bahianoticias.com.br/estadao/noticia/170249-compras-de-titulos-via-tesouro-direto-somam-r-217-bi-maior-valor-da-historia.html

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Servidores de Inhambupe participam de Curso de capacitação profissional em Salvador

A Prefeitura Municipal de Inhambupe cuidando da capacitação dos seus servidores, vem investindo no curso de Controle Interno que foi realizado em Salvador nos dia 03 e 04 de Fevereiro do corrente ano, na Sede da UPB, teve a presença do Controlador Geral do Município Joaquim Vicente Leite de Oliveira e da Coordenador de Auditoria Interna do Município Carolina Lima de Figueiredo.

Terço dos Homens participa da 9ª noite da novena em louvor a Nossa Senhora do Desterro na Terra Vermelha município de Inhambupe (15-02-2017)

























Ontem dia 15 de fevereiro foi a nona noite da novena em louvor a Nossa Senhora do Desterro na comunidade de Terra Vermelha, onde a liturgia foi a Pastoral do Terço dos Homens, o Presidente da Celebração foi Anailton, o coral foi Nossa Senhora do Carmo da Comunidade de Entrocamento de Sátiro Dias e as comunidades convidadas foi Terço dos Homens de Inhambupe, Entrocamento de Sátiro Dias, Saguim, Moita Redonda e Trincheiras. 
A novena de Nossa Senhora do Desterro começou no dia 07 de fevereiro e teve a sua última noite da novena ontem(15) e a grande festa será hoje(16).
O Tema da festa desse ano foi "Maria passa na frente".