Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

sexta-feira, 10 de março de 2017

Com um a menos, Vitória sai na frente, mas cede empate ao Vasco no apagar das luzes


Com um a menos, Vitória sai na frente, mas cede empate ao Vasco no apagar das luzes
Foto: Thiago Ribeiro/ Framephoto/ Estadão Conteúdo
 
Com um jogador a menos, o Vitória empatou em 1 a 1 com o Vasco, nesta quinta-feira (9), em São Januário, pela partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Patric, de pênalti, abriu o placar, enquanto Nenê, também em cobrança de penalidade, deu números iguais ao jogo.
 
Com o resultado, o Leão precisa de apenas um empate sem gols para se classificar. O duelo está marcado para a próxima quinta (16), às 19h30, no Barradão.
 
Agora, o Vitória volta suas atenções para a Copa do Nordeste. O time Rubro-negro vai encarar o Botafogo-PB, domingo (12), às 19h, no Barradão.
 
O JOGO
O técnico Argel Fucks montou um time com quatro jogadores no meio de campo e promoveu a entrada de Paulinho no ataque Rubro-negro.
 
O jogo começou truncado, com as duas equipes tentando manter a posse de bola e também muitas faltas para ambos os lados.
 
A primeira boa oportunidade do jogo foi do Vasco. Aos 21, Nenê fez grande jogada, passou com facilidade por Willian Farias e mandou na cabeça de Thales. Fernando Miguel, com tranquilidade, fez boa defesa.
 
O Vitória quase abriu o placar aos 34. Paulinho recebeu passe de peito de Kieza e, de primeira, soltou um foguete. A bola passou muito perto da meta defendida por Martin Silva.
 
Aos 46, o Vitória ficou um homem a menos. O lateral-esquerdo Euller fez falta em Kelvin. Como ele já havia recebido cartão amarelo em lance anterior acabou expulso. 

Segundo tempo:
 
Com um jogador a mais, o Vasco tomou a iniciativa do jogo e partiu para cima do Vitória. Aos dois, Nenê recebeu da direita, e com liberdade rolou para Kelvin, que acabou fundo. A bola ficou com Thales, que sozinho, pegou embaixo e mandou muito longe do gol. 
 
Aos três minutos, o meia Douglas tentou de fora da área, mas a bola saiu pela linha de fundo.
 
Muito pressionado pelo adversário, o técnico Argel Fucks tentou reorganizar o time. Aos oito, ele sacou Cleiton Xavier e colocou em campo o jovem David.
 
Aos 22 minutos, Manga Escobar perdeu a bola para Kanu e colocou a mão na bola dentro da área. O árbitro viu e assinalou penalidade máxima. O estreante Patric cobrou com perfeição e mandou para o fundo das redes.
 
Após sofrer o gol, o Vasco tentou de todas as formas empatar. Douglas arriscou de fora da área aos 26, mas esbarrou em Fernando Miguel. Aos 33, Gilberto cabeceou na trave. Na sequência do lance, a bola ficou com Thales, que mandou pela linha de fundo.
Porém, no apagar das luzes, Nenê deu números iguais ao converter um pênalti.

FICHA TÉCNICA
Vasco x Vitória
Copa do Brasil – 3º fase (jogo de ida)
Local: São Januário, no Rio de Janeiro
Data: 09/03/2017
Horário: 19h15
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO-Fifa) e Leone Carvalho Rocha (GO). Cartões amarelos: Gilberto (Vasco); Euller, Willian Farias, Paulinho, Geferson e Kanu (Vitória) Cartão vermelho: Euller (Vitória)
Gols: Patric (Vitória) e Nenê (Vasco)

Vasco: Martin Silva; Gilberto, Rodrigo, Rafael Marques (Jomar) e Henrique; Jean, Escudero (Manga Escobar), Douglas e Nenê; Kelvin (Muriqui) e Thalles. Técnico: Cristóvão Borges

Vitória: Fernando Miguel; Patric, Kanu, Alan Costa e Euller; Willian Farias, José Welison, Cleiton Xavier (David) e Gabriel Xavier (Bruno Ramires); Paulinho (Geferson) e Kieza.  Técnico: Argel Fucks.
 
Fonte: http://www.bahianoticias.com.br/esportes/vitoria/16414-com-um-a-menos-vitoria-sai-na-frente-mas-cede-empate-ao-vasco-no-apagar-das-luzes.html