Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Anderson Silva é pego em exame antidoping por uso de anabolizante

Exame foi realizado quase um mês antes da luta contra Nick Diaz, no último sábado. Lutador brasileiro foi flagrado pelo uso de duas substâncias proibidas.


E o lutador Anderson Silva foi pego em um exame antidoping realizado quase um mês antes da luta do último sábado pelo UFC Combate.
É sempre um caso triste doping, mais ainda quando se trata de um grande ídolo do esporte.
A página oficial do UFC Combate na internet divulgou a informação sobre o doping. O exame foi feito no dia 9 de janeiro e mesmo assim, a luta do Anderson Silva contra o americano Nick Diaz no último sábado foi mantida. O lutador brasileiro foi flagrado pelo uso de duas substâncias proibidas.
O exame deu positivo para drostanolona, um anabolizante, e também foram encontrados traços de androstano, outra substância proibida. O teste foi feito pela comissão atlética do estado de Nevada no dia 9 de janeiro, dia em que Anderson Silva não estava competindo.
Mas o resultado só foi divulgado nesta terça-feira (03) pelo laboratório que fica em Salt Lake City. O chefe da comissão de Nevada Francisco Aguilar não soube explicar o motivo da demora. E disse que se tivesse recebido o resultado antes, não teria deixado o brasileiro lutar no último sábado, quando ele venceu o americano Nick Diaz.
A luta em Las Vegas marcou a volta de Anderson Silva, que passou mais de um ano afastado do octógano. Em dezembro de 2013, o lutador quebrou a perna em uma disputa com Chris Weidman.
Em nota, a direção do UFC disse que está desapontada com os resultados iniciais dos exames, e que entende que outros serão feitos para confirmar o resultado. O UFC lembra que Anderson Silva é um campeão e um embaixador do MMA no Brasil e no mundo. E que a organização tem uma política dura contra o uso de drogas ilegais ou estimulantes.
O resultado dos exames anti-doping que o brasileiro fez depois da luta de sábado ainda não foram divulgados.
O Anderson Silva ainda pode pedir uma contra-prova do exame. Em casos como o dele, a suspensão costuma ser de até um ano. E o adversário do brasileiro no último sábado também foi pego no antidoping. Um exame feito no dia da luta apontou que o americano Nick Díaz usou maconha. Se o uso de substâncias proibidas for confirmado, a luta entre os dois será anulada.
Fonte: http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2015/02/anderson-silva-e-pego-em-exame-antidoping-por-uso-de-anabolizante.html