Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

quarta-feira, 2 de março de 2016

Veja como foi a Sessão da Câmara de Vereadores de Inhambupe (01-03-2016)










A Sessão da Câmara de Vereadores começou por volta das 17h09min dessa terça-feira dia primeiro de março, com a presença de quase todos os vereadores com a ausência da vereadora Izabel, a sessão terminou por volta das 18h52min.

O vereador Jeovan fez um resumo do que presenciou na Jornada Pedagógica e observou que sociedade educacional se fez presente com mais de 500 educadores, com o sentimento de tristeza e indignação em que os educadores estavam de luto, com um choque de diferentes pensamentos e ideias, os professores de preto, algo inédito em Inhambupe que observaram que o Prefeito com discursos temeroso e que quis passar a informação em que os  professores só estavam de luto por causa do salário, falou que a Coordenadora do Sindicato dos professores falou no momento do discurso do Prefeito que a categoria estavam querendo um piso salarial, transporte para os estudantes, merenda escolar entre outros, comentou sobre a audiência pública, falou que se saiu do partido que se elegeu e agora tem um novo partido, mas não informou que partido é esse.

O Vereador Dr. Miguel parabenizou os professores do município pela a postura durante o pronunciamento desrespeitoso do chefe do Poder Público, os professores souberam manter a ordem e educação na abertura da jornada pedagógica, falou dos aditivos no valor acima de um milhão de reais para locação de veículos para a Saúde e demais secretarias,  falou também que a Prefeitura prefere pagar um valor de R$ 33 mil por mês para alugar um veículo para pegar o lixo, poderia usar para comprar um veículo para o município, falou também que a Caçamba de lixo é do PAC, e perguntou quem será que está sendo beneficiado com esse valor de R$ 33 por mês, falou também que vem sendo pago um valor acima de dois milhões em combustível ao posto Papai Noel para os veículos alugados.

O Vereador Humberto falou que é necessário que se faça uma investigação sobre os valores da Saúde e de outras Secretarias, que faça uma fiscalização, o Vereador Fabrício disse que não tem como fiscalizar e que o sistema político no Brasil é todo quebrado.

O Vereador Marcos Martins falou sobre a Lagoa Grande que tem um lixo a céu aberto, podendo ser um lugar para criação de mosquitos, e que é necessário que se faça algo, parabenizou os educadores, falou também que a Câmara não fez o seu papel e se perdeu muito tempo.