Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Prefeito de Inhambupe sanciona PME aprovado em sessão polêmica pela Câmara de Vereadores

O prefeito de Inhambupe Benoni Leys sancionou na manhã dessa quarta-feira (dia 5) o Plano Municipal de Educação (PME) aprovado por unanimidade pela Câmara de Vereadores na sessão dessa terça-feira (dia 4). Ao assinar o ato, Benoni disse se sentir satisfeito com o teor do plano que, segundo ele, deverá nortear os rumos da educação no município nos próximos 10 anos.
A sessão que aprovou a PME foi muito concorrida e marcada pela polêmica, na volta dos trabalhos legislativos depois do recesso. O presidente da Casa, Everaldo Andrade (Querido), disse que o objetivo foi alcançado e que a Câmara havia cumprido o seu dever ao dotar o município de um plano que atendia as expectativas de toda a comunidade inhambupense. “Era o meu compromisso votar o Plano Municipal de Educação hoje (ontem) como foi votado, com a participação de todos os vereadores”, pontuou o presidente, que considerou normal a polêmica envolvendo os debates que precederam a votação do plano.
Principal articuladora e coordenadora do PME, Luciana dos Santos Santana considerou a aprovação como um dever cumprido e sobretudo uma vitória de toda a população, salientando que a educação diz respeito ao município de Inhambupe e não apenas a uma categoria. “As polêmicas fazem parte do processo e não ocorreram apenas em Inhambupe como em todo o Brasil e significou o crescimento e construção de identidade do município”, minimizou, lembrando que o plano deverá ser reavaliado anualmente, de acordo com a opção manifestada pela secretária de Educação.
Coordenadora do núcleo local da APLB, que reúne todas as categorias que trabalham na educação em Inhambupe, Janete Souza disse que o plano vai reunir condições para que se possa promover uma reestruturação da Secretaria de Educação, norteando as diretrizes do setor. “As metas e ações propostas pelo plano vão beneficiar o município pois trata de temas como inclusão social, a cultura de cada um, além dos recursos que trará para melhorar os equipamentos e a capacitação dos profissionais”.
Janete lembrou que todas as 20 metas da educação estão no Plano Nacional da Educação e precisam ser aplicadas. “Como se tornou um projeto de lei aprovado, agora cabe à sociedade cobrar da gestão para que o plano entre efetivamente em ação, proporcionando a implantação de escolas de multimídia, adequadas para alunos com deficiência, com equipamentos de informática, estruturadas de fato”, completou.
A secretária municipal de Educação Iranilda Figueiredo se disse satisfeita com a aprovação do PME, segundo ela, fruto de um longo e cuidadoso trabalho em que foram ouvidas todas as instâncias da sociedade e debatidos os seus aspectos legais com especialistas da área da educação. “A aprovação do plano foi um presente para o município, na semana em que se comemora sua emancipação política”, ressaltou, afirmando ter sido um prazer estar à frente desse projeto que só trará benefícios para a educação pública do município.

Fonte: https://prefeituradeinhambupe.wordpress.com/2015/08/05/prefeito-de-inhambupe-sanciona-pme-aprovado-em-sessao-polemica-pela-camara-de-vereadores/