Veja no Blog

sábado, 29 de agosto de 2015

Consumo das famílias tem maior queda desde 1997

O consumo das famílias no Produto Interno Bruto (PIB) dos segundo trimestres (abril, maio e junho) de 2015 apresentou a maior queda desde 1997 em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo informações da Agência Brasil, a redução foi de 2,7% em comparação com 2014, conforme dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Considerando a série histórica, que teve início em 1996, o resultado só não foi pior do que o do quarto trimestre de 1997. O IBGE aponta que a queda foi pressionada pelo crescimento do crédito abaixo da inflação e  pela própria inflação. "Essa conjuntura fez com que o consumo das famílias caísse, em especial na parte dos bens duráveis", analisou a coordenadora de contas nacionais do IBGE, Rebeca de La Rocque Palis. Influenciadas pela redução da demanda interna, as importações caíram 11,7% no período, assim como o câmbio, que desvalorizou 38% entre o segundo trimestre do ano anterior e o mesmo intervalo neste ano. Em relação às importações, os produtos que mais pesaram no resultado foram os veículos automotores, os equipamentos eletrônicos, as máquinas e equipamentos e as viagens e transportes. As exportações sofreram elevação impulsionadas pelos setores de petróleo e carvão, siderurgia, metalurgia e veículos automotores. 

Fonte: http://www.bahianoticias.com.br/noticia/177886-consumo-das-familias-tem-maior-queda-desde-1997.html