Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Conquista: mais de 15 mil doses de vacina são apreendidas

Mais de 15 mil doses de vacinas contra raiva foram apreendidas por acondicionamento irregular no município de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, durante uma fiscalização de rotina. Apresar de estarem dentro do prazo de validade, com vencimento até 2016, ficou constatado que as vacinas estavam congeladas, influenciando na resposta imunológica dos animais e não os protegendo contra a doença. 

A apreensão foi feita na primeira quinzena de maio, pela Secretaria de Agricultura da Bahia (Seagri). De acordo com a fiscal da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) de Vitória da Conquista, Maria de Fátima Guimarães, a geladeira estava cheia e desregulada, criando uma placa de gelo no fundo. “Quando retirei as vacinas que estavam na frente, percebi que as do fundo estavam congeladas, quando deveriam ser conservadas sob refrigeração na temperatura entre 2º e 8º C”, contou a fiscal. As vacinas foram apreendidas após a constatação que de acondicionamento irregular e fora da temperatura, medidas com termômetro infravermelho, e foram lavrados os autos apreensão, notificação e de infração, de acordo legislação vigente. 

O proprietário da revenda alegou que o laboratório responsável pelas vacinas trocou o refrigerador recentemente. O diretor de defesa Sanitária Animal da Adab, Rui Leal, esclarece que a agência realiza periodicamente fiscalização nas revendas cadastradas para garantir a qualidade do armazenamento e validade das vacinas, com objetivo de manter a sua eficiência vacinal e o poder de imunização dos animais. “Realizamos ainda o levantamento do inventário das doses de vacina no Estado para que não haja o desabastecimento, sendo cadastrado no sistema informatizado da agência”, acrescentou Leal. Segundo o diretor-geral da Adab, Oziel Oliveira, outras medidas administrativas deverão ser tomadas contra o Responsável Técnico da empresa, através do Conselho de Regional de Medicina Veterinária da Bahia, que também é co-responsável por preservar a qualidade das vacinas e medicamentos  vendidos ao produtor. O material apreendido foi encaminhado ao Laboratório de Sanidade Animal (Ladesa), em Salvador, para a devida destruição.

Fonte: http://www.bahianoticias.com.br/noticia/172984-conquista-mais-de-15-mil-doses-de-vacina-sao-apreendidas.html