Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

sexta-feira, 27 de março de 2015

Via Sacra termina com grande número de participantes em Inhambupe




 Motorista Bruno Reis comandou o carro de som em todas as noites de via sacra 


Terminou hoje, 27/03, a seqüência das celebrações quaresmais que aconteceram nas noites de sexta nas ruas de Inhambupe.
Hoje, no último dia da Via Sacra teve a presença de um grande número de católicos, onde nessa noite aconteceu na Rua Dr. Sátiros Dias, no final os organizadores agradeceram a presença de todos, em especial ao motorista Bruno que todas as noites estavam levando o carro de som que foi cedido pelo o ex-prefeito Euberto Luís.
Veja o significa de Via Sacra do site wikipédia.
Realizada normalmente durante a Semana Santa e nas sextas-feiras do período da Quaresma, a via-sacra é um ato litúrgico celebrado pela Igreja Católica para relembrar a paixão e morte de Jesus Cristo. Durante a cerimônia, enquanto o sacerdote lê trechos dos Evangelhos, os católicos meditam diante de uma série de quadros que representam as principais cenas da saga de Jesus.
Esta maneira de meditar teve origem no tempo das Cruzadas (século X). Os fiéis que peregrinavam na Terra Santa e visitavam os lugares sagrados da Paixão de Jesus, continuaram recordando os passos da Via Dolorosa de Jerusalém. Em suas pátrias, compartilharam esta devoção à Paixão. O número de 14 estações fixou-se no século XVI.
Existem variações para a realização do ritual. Em algumas paróquias, em vez de os fiéis contemplarem imagens, eles assistem a encenações, como num teatro, que dão vida aos eventos. Seja como for, o objetivo é um só: valorizar as ações de Cristo e reconhecer a presença de Deus mesmo na dor e no sofrimento.
Esses quadros - ou estações, como são chamados - contam a trajetória de Jesus desde o momento de Sua condenação até Seu sepulcro. Aparecem em seqüência: a condenação, Jesus carregando a cruz, o encontro com Maria, a ajuda que recebeu de Simão Cirineu, as três vezes em que caiu, o consolo às mulheres de Israel, a ocasião em que Verônica enxugou seu rosto, o momento em que foi despido, sua crucificação, morte, a descida da cruz e, por fim, seu sepultamento.