Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

domingo, 18 de janeiro de 2015

Para evitar calor, mães preparam picolé de leite materno para bebês

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o bebê até os seis meses de vida deve se alimentar apenas com a amamentação. Para amenizar os efeitos do calor no verão, mães e pais podem fazer o picolé de leite materno, o conhecido “tetolé” ou peitolé”. A ideia se popularizou no Brasil depois de uma matéria publicada pelo G1 em que Ariane Osshiro, administradora, mostrou como faz a receita para o seu bebê – e ela é simples: basta tirar o leite materno, colocar em uma forma própria para picolé e deixar congelar. Depois, só servir para a criança. A nutricionista Elisabete Kamiya, que trabalha no banco de leite do Hospital Universitário em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, explicou à reportagem do G1 que o leite materno não perde suas propriedades quando está congelado. Mas, como ainda não há estudos sobre o peitolé, há controvérsias sobre a prática. A pediatra Maria José Guardia Mattar, do Departamento Científico de Aleitamento Materno da SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria), disse em entrevista ao UOL que é contra a prática. “O tempo de congelamento e o processo de higienização que a mãe deve seguir são temas que têm fundamentação, mas não há evidências de que o picolé de leite materno é recomendável. O problema do calor excessivo pode ser resolvido com um banho para relaxar”, opinou. Veja abaixo o vídeo em que mostra Elias, o filho da publicitária Karen Oliveira Aun, autora do blog “Enquanto Elias Dorme”, experimentando o peitolé.

Fonte: http://www.bahianoticias.com.br/saude/noticia/13519-para-evitar-calor-maes-preparam-picole-de-leite-materno-para-bebes.html