Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Brasileira diz que filho se tornou membro do Estado Islâmico após depressão

O filho da brasileira Rosana Rodrigues, que vive na Bélgica, se tornou membro do grupo extremista muçulmano Estado Islâmico. Brian, 21, se juntou ao grupo na Síria depois de passar por uma depressão enquanto vivia na Antuérpia com a família.
Segundo Rodrigues, o filho ficou doente após ser dispensado de um clube de futebol. Ele tinha o sonho de ser jogador. As informações são do programa "Fantástico", da TV Globo.
Depois de frequentar por dois anos uma mesquita na Antuérpia, ele fugiu de casa no final de 2012. A brasileira diz que nunca mais o viu e que é capaz de ir à Síria atrás do filho.
"Foi uma verdadeira desgraça para a nossa família", disse em entrevista ao repórter Roberto Kovalick, na Antuérpia.
Brian frequentou por quase dois anos uma mesquita na cidade onde morava. No dia em que sumiu de casa, se despediu da irmã mais nova e disse "você nunca mais vai me ver".
Arte/UOL
Cidades sob controle do Estado Islâmico ou sob ameaça de ataques na Síria e Iraque
Rodrigues acredita que o filho esteja "sendo ingênuo" e não acredita que ele será capaz de decapitar alguém.
O grupo extremista ganhou projeção mundial depois que divulgou vídeos decapitando dois jornalistas norte-americanos e um voluntário inglês. O Estado Islâmico se autointitula um califado, uma comunidade islâmica radical.
"Eu tenho medo de eles colocarem ele para se explodirem. Eu seria capaz de fazer tudo. Eu seria, inclusive, capaz de dar a minha cabeça para ver o meu filho de volta", disse Rodrigues.

Fonte: http://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2014/09/21/brasileira-diz-que-filho-se-tornou-membro-do-estado-islamico-apos-depressao.htm