Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Sessão começa com atrasos e com vereadores ausentes na noite dessa terça-feira dia 26-08-2014













A sessão da Câmara de Vereadores de Inhambupe começou atrasada, foi por volta de quase 19 horas, faltava apenas dez minutos para uma sessão que deveria ter começado as 18 horas, e teve mais de uma hora e quarenta minutos, com ausência dos parlamentares que foram: Dai, Cloves, Zé de Dite, Izabel e Simone Rocha.

Teve 3 indicações de Uelson como a Construção de Ponto de ônibus nas comunidades de Fonte da Uma e Terra Vermelha, teve também o pedido de reposição de lâmpada no Botelho, além de pedir o calçamento da Rua João Aristide que fica perto da Rua Sátiros Dias, no Centro da cidade; o Vereador Fabrício fez a indicação pedindo um ponto de ônibus na entrada da comunidade de Pedreira, próximo do Motel e Dai pediu uma reforma na rede elétrica da comunidade de Pau Ferro e a construção do muro da escola local.

O Vereador Dr. Miguel falou da importância da organização da lei orgânica que possa atender os interesses da sociedade e que se levem em discussão, lembrou também da importância do meio ambiente de Inhambupe que está cheio de lixo, pois seus afluentes estão sendo interrompido e que daqui uns 20 anos não terá mais esse rio que era tão perene, disse também que existe um código ambiente da Bahia e está bem atualizado, mas em Inhambupe não é feito nada para melhorar, falou também da merenda escolar que na região da Lagoa tem apenas 8 dias de merenda e 22 dias sem, e que só tem arroz e feijão e que na Lagoa não tem medicamento, como falta gaze e agulha, e que foi gasto mais de R$ 2.700.000,00 em medicamento.

O Vereador Jeovan sentiu falta das vereadoras na casa disse que recebeu um telefonema da região de Cai Duro e de Volta de Cima, falando que situação das estradas e que estava acontecendo algo inédito, que a empresa da Itacitrus estava fazendo as estradas junto com o município de Sátiros Dias na região de Inhambupe e perguntou sobre os equipamentos do município está na garagem.


Houve uma pequena discussão entre os vereadores Uelson e Eliezer sobre a transparência na educação, o vereador Fabrício disse que não tem o que fazer que nem esse nem o governo passado não tem dado satisfação a população,  disse também que não está apoiando nenhum deputado, pois não está vendo nenhum compromisso de ninguém, e falou que a escola da Serragem de Baixa Grande lhe deixa envergonhado pela a falta de compromisso da gestão municipal e fez questão de dizer que a Educação de Inhambupe está envergonhada.