Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Vaquinha virtual pagará remoção de tatuagem feita em jovem

 Meta de R$ 17 mil foi rapidamente batida. Adolescente teve a frase 'Eu sou ladrão e vacilão' tatuada na testa por tatuador que o acusa de tentar roubar bicicleta

Uma campanha foi criada no site Vakinha, de financiamento coletivo, para pagar a remoção da tatuagem escrita na testa de um adolescente, em São Bernardo do Campo-SP. Suspeito de ter roubado uma bicicleta, o jovem teve grafado em sua testa os dizeres “eu sou ladrão e vacilão”.
A meta, de R$ 15 mil, já foi alcançada. Além da remoção da tatuagem, o dinheiro ajudaria os custos do processo judicial contra o torturador, do tratamento psicológico e tratamento contra a dependência química da vítima do jovem. A promessa é entregar todo o valor para a avó da vítima.
A campanha teve uma expressiva viralização. Na tarde deste domingo (11), o valor que consta arrecadado é de R$ 17.606. Segundo os organizadores da campanha, do Coletivo Afroguerrilha, entretanto, há doações falsas. “Tem fakes gerando boletos falsos de R$ 20 mil pra acharem que já batemos a meta e não doarem mais. Estamos tentando resolver isso. Doem, ajudem, espalhem!” (sic), diz o texto do coletivo. De fato, consta no sistema um valor de mais de R$ 193 mil em boletos ainda não pagos.
De acordo com o Afroguerrilha, a família do adolescente vive em situação de pobreza e falta de condições grave. O menor passaria por transtornos psicológicos causados por dependência química. 
Os responsáveis pela tortura, Ronildo Moreira de Araujo, responsável por filmar, e Maycon Wesley Carvalho dos Reis, tatuador, estão presos preventivamente. O adolescente estava desaparecido desde o dia 31 de maio, mas foi encontrado na tarde do sábado (10), estando agora na casa da avó.  
Apesar de a campanha ser contra a tortura sofrida pelo adolescente, os comentários que receberam mais curtidas na página da vaquinha são de pessoas contrárias ao financiamento coletivo.  “Tá com pena leva pra sua casa”, disse o internauta Jader Santos Correia. “Tomara que esteja morto em alguma vala por aí e vire comida de vermes”, comentou o usuário Ian Machado, recebendo 118 curtidas.
Conforme o portal de notícias G1, após ter sido encontrado, o menor prestou depoimento à polícia, ocasião em que negou ter cometido o furto, foi medicado e levado para a casa da avó. O tio do adolescente disse à reportagem que o jovem é muito querido no bairro e está bastante assustado. O advogado ainda vai se reunir com a família para saber quais procedimentos adotará.  Já o criador da campanha estaria recebendo ameaças e mensagens de ódio.

Fonte:  http://www.tribunadabahia.com.br/2017/06/12/vaquinha-virtual-pagara-remocao-de-tatuagem-feita-em-jovem