Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

domingo, 10 de janeiro de 2016

Pedrão: APLB Sindicato protocola denúncia no Ministério Público

Os atrasos salariais dos funcionários da Prefeitura de Pedrão ganharam um novo capítulo: sexta(8), a APLB Sindicato protocolou em Irará denúncia no Ministério Público.
A APLB Sindicato registra o histórico das dificuldades enfrentadas pelos trabalhadores em educação da Prefeitura de Pedrão e solicita ao MP que apure a denúncia.
Sem a resolução das questões salariais, os docentes não deverão participar da jornada pedagógica e nem ministrar aulas, comprometendo o calendário escolar. 
Se isso ocorrer, os estudantes matriculados na rede municipal serão prejudicados.
O Ministério Público tem que agir rapidamente para coibir a proposta indecente, desavergonhada, obscena, imoral, ofensiva, grosseira, vulgar, despudorada, mau cheirosa, putrefata, descortês, inadequada e impudica da Prefeitura de Pedrão. 
Repercussão
Matéria publicada pelo Alagoinhas Hoje na quinta-feira (7) repercutiu nas redes sociais e mobilizou os pedronenses. Impressa, a matéria chegou à zona rural do município.
Reproduzida no site bahia.ba, a matéria ganhou mais visibilidade e certamente chegou ao conhecimento de órgãos estaduais – Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e Ministério Público -, que precisam tomar as providências legais e cabíveis para resolver o problema, indicador da má gestão do prefeito Jacob Pereira da Silva. 
Em uma rápida pesquisa no Facebook se constatou que 100% dos comentários são desfavoráveis ao alcaide pedronense. As avaliações sobre ele são impublicáveis em um veículo de comunicação.
Carona
Sem nenhuma consistência jornalística, site de Alagoinhas pegou carona na matéria do Alagoinhas Hoje e do bahia.ba (parceiro do AH) e publicou “materinha”  sobre os atrasos salariais do funcionalismo da Prefeitura de Pedrão.
O “textinho”  caracteriza  o estilo de seu editor. 
A “materinha” de quinta categoria não informou nada de novo, não tem fonte e está baseada naquilo que “chupou” das redes sociais (mero estratagema pueril para esconder a verdadeira fonte dos cometários no Facebook: a matéria site Alagoinhas Hoje). 
Mais uma vez, quis faturar sem trabalhar, sem buscar a notícia e sem apurar. 

Fonte: http://www.alagoinhashoje.com/pedrao-aplb-sindicato-protocola-denuncia-no-ministerio-publico/