Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Veja como foi a Sessão da Câmara de Vereadores de Inhambupe dessa terça-feira (01-09-2015)

















A sessão da Câmara começou por volta das 18h28mim dessa terça-feira, onde teve a presença de todos os vereadores e durou 1h40min.
O Vereador Fabrício falou sobre a necessidade de demissões na Prefeitura para pagar alguns débitos, disse que o decreto é justo, pois encerrado os contratos, mas é necessário dar a voz ao funcionário e hoje estão na rua, sem dinheiro, que o trabalhador cumpri a sua obrigação e faltou a informação com a falta de pagamento.
O Vereador Cloves falou sobre a demissões dos funcionários tem que ter atenção e dar uma satisfação, falou que no CAPS foram demitidos a terapeuta, o cozinheiro e o porteiro, parabenizou a família de José Bispo pelo o reconhecimento, falou não tem condições de ter apenas um ônibus para levar o pessoal da saúde e que na gestão de Euberto tinha um ônibus, uma van e três carros pequenos, disse que o Secretário Adailton faz o que pode.
O Vereador Eliezer falou que Mota dono da empresa de transporte não concluiu o pagamento aos motoristas por causa que a sua irmã sofreu um acidente, falou também que o carro da saúde sai as 3 horas da madrugada e chega apenas depois das 9 horas da noite e os pacientes chega pior do que foi antes da viagem, disse que as estradas do município estão esburacadas precisa de cascalho, falou com tristeza das demissões com tantos pais e mães de famílias desempregados.
O Vereador Marcos falou sobre a sua preocupação do transporte escolar e que ainda não foi normalizado, disse o município não vem cumprindo os 200 dias letivos, disse que nos anos de 2014 e 2015 o município foi prejudicado por falta de transporte e de merenda escolar, falou que no hospital não tem luvas, nem medicamentos, disse que o município tem uma economia de 9 milhões nos últimos 12 meses, falou que é necessário incentivar a agricultura familiar para criar fontes de renda, disse que a cidade está abandonada e largada, disse que o Centro cirúrgico não funciona por falta de R$ 20 mil, disse que o orçamento de 2015 é de R$ 63 milhões e terminou defendendo o concurso publico.
O Vereador Jeovan falou sobre a família de José Bispo do reconhecimento da rua, falou do decreto 299 de 28-08-2015 que fala sobre a rescisão de contrato, falou que tinha razão quando disse que a folha não tinha condições de efetuar o pagamento dos funcionários, falou que atualmente só tem sete agentes de endemias para todo município, falou que a Rádio comunitária de Inhambupe tem no comando o grupo do atual prefeito e que parece uma ditadura da antiga Cuba, disse que é necessário que a rádio abra espaço para que o cidadão do município fique sabendo sobre o que passa na Câmara, que a rádio deve ser aberta.

O Vereador Dr. Miguel falou que o que está havendo em Inhambupe é falta de gestão, disse que é necessário ter concurso público, falou que antes das demissões é necessário verificar os setores que não pode ficar paralisado, disse que o hospital tem apenas 2 técnicos para 40 mil habitantes, disse que vai respeitar a decisão dos vereadores citando o projeto de redução dos subsídios dos Vereadores, Prefeito e Vice-Prefeito; disse que o politico recebe bem e não representa bem a população, e muitos dizem que ama a sua terra e se aprovar a redução dos salários dos vereadores, pois todos terá a igualdade.