Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

segunda-feira, 27 de julho de 2015

"O principal objetivo é ajudar a combater a fome ajudando com alimentos também com vestes" falou Laudemir um dos coordenadores do Grupo Solidariedade de Inhambupe



Com um trabalho em prol dos mais carentes do município, algumas pessoas se uniram no WhatsApp e organizaram o Grupo "Projeto Solidário Mãos Amigas", que através desses gestos de solidariedade faz a diferença na vida de famílias que não tem condições, confira abaixo a entrevista com um dos coordenadores Laudemir.
 
Como surgiu o Grupo Solidariedade em Inhambupe?

 Através de um projeto de mais ou menos 6 anos, desde então venho pedindo e já ajudando diversas famílias, inclusive tirando dinheiro e alimentos de casa para doar e pedindo a muitos colegas roupas e também alimentos.


Quantas pessoas fazem parte desse grupo?

Olha tenho no grupo 8 pessoas na coordenação e tenho também o grupo solidariedade com quase 50 pessoas sendo que nem todos contribuem de forma direta, mas sempre estão ajudando.


Qual o principal objetivo?

O principal objetivo é ajudar a combater a fome ajudando com alimentos também com vestes e por outro lado ajudando a construir ou reformar algumas casas como já está sendo levantada uma casa na baixa da areia através de nosso grupo e de um parceiro que acreditou em um projeto de uma pessoa humilde e batalhadora, posso contar com pessoas de uma grande força como: Zé Roque Sandra Nidinha, Elisângela, Wildes, Rodrigo, Edílson e Edivania. Estamos também começando a reforma de uma casa  que é de uma senhora no bairro da amarela, e há mais casas para serem levantadas ou reformadas.


Como a população pode ajudar a contribuir com o Grupo?

Projeto Solidário Mãos AmigasEduardo, as pessoas poderá ajudar através de doações de alimentos roupas material de construção também aproveitando o momento poderá nos ajudar comprando nossas mesas e ingressos para a nossa festa dia 15 de agosto no clube ARCI com o TRIO NORDESTINO.


Quais foram às ações feitas até o momento?

Até o momento já atendemos 16 famílias doando alimentos, roupas, material de construções marcando exames e como frisei acima estamos construindo 1 casa já e reformando uma outra.


Qual a sua visão da pobreza de Inhambupe? 
Na minha visão, acredito que seja a de quase toda a população carente, falta de oportunidades, empregos, por que vemos muitos que não precisam aí trabalhando e aqueles que precisam estão desempregados, uma brincadeira.



Considerações finais;

Aqui quero agradecer ao nosso pai maravilhoso Jesus a minha maravilhosa mãe aos colegas e parceiros Divonete Santana toda a secretária de ação de social, Uilma e a todos da secretária de saúde,   ao secretário de infra estrutura Ageandro Gel Pedro Silva, como também aos nossos guerreiros do grupo de solidariedade mãos amigas e a você Eduardo como aos outros blogueiros que vem mim ajudando nessa batalha, obrigado de coração a todos vocês.