Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

domingo, 5 de julho de 2015

Entrevistamos o inhambupense Nem que foi campeão baianão da segunda divisão com o Flamengo de Guanambi



Mesmo jogando fora de casa, o Flamengo de Guanambi não tomou conhecimento do Fluminense de Feira e se tornou campeão do Baianão da Segunda Divisão 2015, no último domingo dia 28 de junho e vencendo a partida por 1 a 0, o Beija-Flor do Sertão reverteu a vantagem do time feirense e conseguiu o seu primeiro título no futebol profissional, enquanto o tricolor chegou ao seu segundo vice-campeonato na competição estadual. 
Com esse objetivo alcançado pelo o Flamengo de Guanambi entrevistamos o inhambupense que é o preparador de goleiro Nem, que saiu de Inhambupe em busca de seus objetivos, antes o nosso atleta passou por vários times, onde deixou sua marca.
Hoje ele ainda tem um sonho de continuar Investindo na carreira de preparador de goleiro, buscando de times maiores e acima de tudo o reconhecimento de sua cidade natal.
 
Quem é Nem?

Sou Honorato Reis Moura ex-goleiro profissional e iniciei a minha carreira aos 15 anos de idade no Atlético de Alagoinhas  
 

Como surgiu o Preparador de Goleiro?

Na verdade parei de atuar como goleiro profissional cedo demais. Em 2007 surgiu a oportunidade  de trabalhar como preparador de goleiro na Catuense e daí fui me profissionalizando na carreira.                      


Quais lugares já passou?

Catuense 2007, 2013, 2014 e 2015;  Seleção de Inhambupe 2008;   Guanambi Atlético Clube 2009 e 2010 ; 7 de junho de Sergipe 2009, 2010 e 2012; Guanambi Atlético Clube  2009 e 2010; A Selecao de Crisopolis em 2010; Juazeiro da Bahia 2011; Laranjeira de Sergipe 2012;   seleção de Santo Amaro 2013 ;Olímpico de Itabaianinha de Sergipe 2013; Lagartense de Sergipe 2013 ; Na catuense da Bahia fui vice campeão da segunda divisão 2013; em 2015 Flamengo de Guanambi onde fui campeão baiano da segunda divisão


Por que saiu de Inhambupe?

Sai de  Inhambupe com objetivo de buscar oportunidade  de trabalho fora. Uma vez que a cidade não oferece oportunidades na área de esportes. Infelizmente os gestores ainda não tem um olhar diferenciado para o esporte inhambupense. Há  uma outra questão também na cidade. São poucos os filhos da terra que são valorizados muitas vezes quem vem de fora tem muito mais valor do que os próprios filhos de nossa cidade. Realidade que a gente espera que mude.



Como foi o seu trabalho no Flamengo de Guanambi?

Um trabalho focado em trazer o time a primeira divisão. Nunca perdi esse objetivo. Sempre trabalhando com responsabilidade e foco, buscando sempre o sucesso e acima de tudo com profissionalismo e responsabilidade, onde o time já tinha  feito outras tentativas  e que graças a Deus nesse ano obteve êxito


Quais os seus objetivos?

Continuar Investindo na carreira de preparador de goleiro buscando cada vez times maiores e acima de tudo o reconhecimento na minha cidade natal. Quero crescer cada dia mais até pra que eu possa proporcionar a minha família uma melhor condição de vida.


Considerações finais:

Quero fazer alguns agradecimentos. Primeiramente  a Deus pela oportunidade que vem me dando esses anos. Agradecer a minha família especialmente a Luciana minha esposa meu filho José Artur, a minha mãe Zenaide Reis, minha irmã Mônica Moura, Wilson Santana meu sogro, Lucília Santana minha sogra, enfim a todos os profissionais  que tive a oportunidade de trabalhar e aprender cada vez mais.   A você Eduardo pelo seu blog que traz a informação com responsabilidade.   Um abraço a todos.