Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Iêmen: bomba de fragmentação pode ter sido usada

A organização não-governamental em prol dos direitos humanos Human Rights Watch (HRW) afirmou que a coalizão liderada pela Arábia Saudita pode ter usado bombas de fragmentação em seus ataques aéreos contra rebeldes xiitas no Iêmen. Em relatório divulgado neste domingo, a organização diz que imagens de satélite indicam que as munições caíram "a menos de 600 metros de várias dezenas de construções em quatro a seis conjuntos de aldeias". Munições de fragmentação espalham pequenas bombas em uma área ampla. Muitas delas não explodem imediatamente. As pequenas bombas podem matar ou mutilar civis muito tempo depois do fim de um conflito. O relatório diz que as armas foram fornecidas à Arábia Saudita pelos Estados Unidos. A Arábia Saudita negou ter usado bombas de fragmentação durante sua ofensiva de um mês contra os rebeldes. A Organização das Nações Unidas (ONU) diz que pelo menos 550 civis foram mortos no conflito, tanto em ataques aéreos como em combates terrestres. 

Fonte: Associated Press.
http://www.bahianoticias.com.br/estadao/noticia/79244-iemen-bomba-de-fragmentacao-pode-ter-sido-usada.html