Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Prefeito de Caracas é preso e presidente justifica tentativa de golpe de Estado

O prefeito de Caracas, o opositor ao governo Antonio Ledezma, foi detido por ordem da Procuradoria do Estado da Venezuela. De acordo com presidente Nicolás Maduro, em pronunciamento em rádio e televisão iniciado após a notícia da prisão de Ledezma, nesta quinta-feira (19), o alcaide teria tentado fazer um golpe de Estado. "O senhor Ledezma, que no dia de hoje foi detido por ordem da Procuradoria, deve ser processado pela Justiça venezuelana para que responda por todos os crimes cometidos contra a paz do país, a segurança e a Constituição", disse. O presidente reiterou sua denúncia lançada, há alguns dias, de que a oposição armava com apoio dos Estados Unidos uma tentativa de golpe. Maduro chegou a citar um documento, denominado "Acordo Nacional para a Transição", que foi divulgado no último dia 11 e assinado tanto pelo prefeito de Caracas quanto pelo principal opositor de Maduro nas manifestações de 2014 no país, Leopoldo López. "Apenas por meio da Justiça, poderemos derrotar essas tentativas de golpe de Estado e dar ao país paz permanente (...) Quem estiver por trás desses atentados golpistas tem de ir pagar (...) na cadeia, tem de ir preso", alegou Maduro. Antonio Ledezma foi detido por agentes do Serviço Bolivariano de Inteligência (Sebin), informaram a mulher do político e fontes da oposição venezuelana.

Fonte: http://www.bahianoticias.com.br/noticia/168009-prefeito-de-caracas-e-preso-e-presidente-justifica-tentativa-de-golpe-de-estado.html