sábado, 14 de fevereiro de 2015

Ministério da Fazenda nega boato de confisco de poupanças


Ministério da Fazenda nega boato de confisco de poupançasO Ministério da Fazenda divulgou um comunicado nesta sexta-feira (13) que desmente boatos propagados nas redes sociais sobre o risco de confisco da caderneta de poupança.  De acordo com o ministro Joaquim Levy, "não procedem as informações que estariam circulando pela mídia social de que haveria risco de confisco da poupança ou de outras aplicações financeiras". O ministro emitiu o comunicado para estancar a onda de boatos que cresceu nas redes sociais desde que o governo divulgou um pacote de medidas para ajustar as contas públicas, aumento de impostos e restrições a benefícios trabalhistas e previdenciários. "Tais informações são totalmente desprovidas de fundamento, não se conformando com a política econômica de transparência e a valorização do aumento da taxa de poupança de nossa sociedade, promovida pelo governo, através do Ministério da Fazenda", diz a nota oficial. A Polícia Federal, por determinação do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, vai investigar a origem dos boatos, que se espalharam principalmente pelo Whatsapp e pelo Facebook. Uma das mensagens é uma falsificação de um suposto comunicado que traz o logotipo da "Caixa Econômica Federal", informando que o banco estaria congelando a poupança por "motivo economico (sic) do Brasil". "Aqueles que tiver (sic) dúvidas procure seu gerente", informa o comunicado falso. A Caixa não utiliza mais o logo com o nome completo. Outras mensagens recomendavam a poupadores da Caixa a ir ao banco e sacar o dinheiro da caderneta o mais rápido possível. Segundo a Fazenda, o Banco Central e a Caixa, não houve corrida aos bancos nos últimos dias. O movimento nas agências foi normal nesta véspera de Carnaval, informou a assessoria da Caixa.

Fonte: http://www.bahianoticias.com.br/noticia/167510-ministerio-da-fazenda-nega-boato-de-confisco-de-poupancas.html