Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Corpo de monge mumificado há 200 anos é do discípulo de um dos maiores mestres budistas

O corpo mumificado há 200 anos e recentemente encontrado é de Tsorzh Sanzhzhav, que viveu no século XIX. Segundo informações do jornal O Globo, ele foi o discípulo de um dos maiores mestres budistas e foi enterrado ao seu lado, até ser encontrado por ladrões no fim de janeiro. Ganhugiyn Purevbat, fundador do Instituto de Arte Budista da Mongólia, disse ter certeza que o corpo mumificado seria de Sanzhzhav. "Eu tinha esperança de estar errado sobre Sanzhzhav. Entretanto, um comitê especial descobriu que o corpo pertence a Tsorh Sanzhzhav. Antes, eu disse que talvez o Lama não estivesse morto, mas em profunda meditação na antiga tradição dos lamas budistas. Mas não é isso. Tsorzh Sanzhzhav e seu professor foram especialmente enterrados dessa forma", disse Purevbat. A múmia está sendo guardada no Centro Nacional de Perícia Forense, na capital da Mongólia, Ulan Bator. Religiosos que acreditam que ele seja uma entidade sagrada visitam a múmia no centro. Segundo Purevbat, ela será limpa e devolvida a sua timba, no alto das montanhas em Arkhangai.

Fonte: http://www.bahianoticias.com.br/noticia/167216-corpo-de-monge-mumificado-ha-200-anos-e-do-discipulo-de-um-dos-maiores-mestres-budistas.html