Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Chael Sonnen diz que se Anderson Silva se dopou deve vir a público e dizer o que fez

Ontem(05) comentarista de MMA nos Estados Unidos, o ex-lutador Chael Sonnen conhece bem a realidade dos lutadores que se dopam para lutarem no UFC. O americano já foi diversas vezes flagrado nos exames antidoping e, no fim da carreira, admitiu que tentou burlar as regras do esporte se beneficiando do que considerava ser um controle fraco. Ao comentar o caso de doping envolvendo Anderson Silva, o ex-lutador aconselhou o brasileiro a admitir o que fez, caso ele seja realmente culpado.


- Se ele fez isso, eu o encorajaria e a qualquer outra pessoa a fazer o que fiz. Simplesmente venha a público e diga: "Eu fiz isso" - afirmou Sonnen em entrevista ao canal de esportes canadense "TSN".
- A porta ainda está aberta para você vir a público e nos falar o que aconteceu. Diga: "Olha, ainda estava no meu sistema. Fui pego. Desculpa". Saia de cena, a tela fica preta e descem os créditos - completou o ex-lutador.

Ao contrário do que deseja Sonnen, a atitude do brasileiro, no entanto, foi de negar tudo o que aconteceu. Em nota divulgada nesta quarta-feira, o lutador negou ter se dopado e disse que ia lutar para limpar o seu nome. O médico de Anderson, Márcio Tannure, disse que o atleta ficou "surpreso" com o resultado do exame antidoping.

Anderson ainda recebeu o apoio do presidente do UFC, Dana White. Em nota, o dirigente disse que o lutador tem uma "longa e única carreira nas artes marciais mistas" e, em nove anos no UFC "nunca testou positivo para uma substância proibida". Dana disse ainda que o UFC vai apoiá-lo em todo o processo legal.

Anderson e Nick Diaz, também flagrado no antidoping, mas por maconha, serão ouvidos no dia 17 pela Comissão Atlética de Nevada, nos Estados Unidos. Ele ainda pode pedir a contraprova do exame que constatou que o Spider tinha no sangue os anabolizantes drostanolona e androsterona. Segundo especialistas, estas substâncias ajudam a aumentar a massa muscular.

Sonnen disse ainda que vê como normal Anderson tomar medicamentos para ajudar na recuperação de sua perna fraturada. Ele lembrou que não sentiu diferenças físicas no corpo do brasileiro, o que poderia indicar que substâncias ilícitas vinham sendo usadas há muito tempo.

- Achei que ele estava fisicamente o mesmo de sempre. O que leva a especulação de há quanto tempo algo está rolando. Não quero colocar combustível nessa fogueira, mas, se você quer falar do aspecto visual, que tem significado nestes casos, ele parecia o mesmo de sempre. Mas estamos apenas especulando sobre isso - disse Sonnen.

Sonnen enfrentou duas vezes Anderson Silva e perdeu nas duas oportunidades. Na primeira delas, no UFC 117, ele foi flagrado no antidoping por excesso de testosterona. Ele também foi pego antes do UFC 175, quando falhou em vários testes realizados, também por causa de testosterona.

Fonte: http://www.camacarinoticias.com.br/leitura.php?id=285308