Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

ENCONTRO MARCA TROCA DE EXPERIÊNCIAS DO PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO
















Um encontro com diretores, vice-diretores, diretores de núcleos, coordenadores pedagógicos, professores e representantes do departamento de Cultura de Inhambupe, na manhã desta terça-feira (dia 26), no Centro de Convenções, marcou o início para implantação do programa Mais Educação no município, a partir de setembro próximo. 

O evento contou com a participação da coordenadora municipal de Educação da cidade de Rio Real, Cristiana Fernandes, que foi convidada pela Secretaria de Educação com objetivo de realizar uma troca de experiências e conhecimentos do programa Mais Educação. O programa é uma iniciativa do governo Federal que tem como prioridade contribuir para a formação integral de crianças, adolescentes e jovens, articulando diferentes ações, projetos e programas.

Segundo Cristiana Fernandes, a proposta do programa Mais Educação é de iniciar políticas públicas no sentido em que as crianças possam passar o dia na escola e as tirem das ruas, com o atrativo de realizar um número total de 54 atividades complementares, a exemplo de caratê, natação, dança e práticas de outros esportes.

Cristina Fernandes ressaltou a importância da mobilização, planejamento e a correta aplicação dos recursos como passos básicos para implantação do programa Mais Educação no município, lembrando que seus resultados são gradativos, uma vez que sua implantação teve início somente em 2008. “O programa é mais complexo do que imaginamos na prática, pois ele mexe com a vida de todos da família e da escola. Então os resultados só vão aparecer efetivamente a longo prazo”, afirmou, ressalvando que, no entanto, já se começa a se constatar resultados significativos em relação ao meio rural, “porque antes os pais saíam e deixavam os filhos sozinhos e hoje eles podem sair para trabalhar com segurança e deixá-los na escola”, completou.

A coordenadora do programa Mais Educação em Inhambupe, Izinete Oliveira, salientou que essa proposta do MEC, em parceria com os municípios, abre caminho para que as escolas se adequem para implantar uma educação de período integral, em que as crianças cheguem pela manhã e permaneçam até o final da tarde, totalizando 35 horas/aula por semana, desenvolvendo educação curricular em um turno e, no turno oposto, outras habilidades.

“Nenhuma sociedade foi transformada sem trilhar o caminho da educação. Então, quando sua escola possui uma educação de qualidade toda sociedade ganha com isso”, destacou a educadora, observando que dessa forma a criança não corre o perigo de ficar nas ruas enquanto os pais trabalham e sejam seduzidas por situações de risco, como drogas, violência, e abuso sexual. “A escola com perspectiva de tempo integral vai ajudar a todos da comunidade”, disse.

Ela contou que o Mais Educação já havia funcionado no ano passado no município pelo período de apenas um mês, numa espécie de fase de teste. Agora em setembro o programa vai ser iniciando em 17 a 18 escolas municipais. De acordo com a secretária de Educação de Inhambupe, Iranilda Figueiredo, “esse é um passo muito grande na educação, segundo o qual vai ser dado à oportunidade ao aluno de ficar em tempo integral na escola com atividades de cultura voltadas para música, arte e esportes. E principalmente para aqueles alunos que não têm oportunidades, eles vão desenvolver outras atividades não só na questão pedagógica, mas, sobretudo na área dos esportes, da arte e da música”, assinalou.


Fonte: ASCOM  de Inhambupe