Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Contra déficit, MEC lança Política Nacional de de Formação de Professores

Contra déficit, MEC lança Política Nacional de de Formação de Professores
Foto: Agência Brasil
O Ministério da Educação (MEC) anunciou nesta quarta-feira (18) a Política Nacional de Formação de Professores, que tem como alvo o alto índice de docentes sem formação adequada no Brasil. Segundo informações do jornal O Globo, as medidas a serem adotadas incluem o preenchimento de 20 mil vagas ociosas em cursos de licenciatura oferecidas por meio do Prouni a partir de 2018, mesmo que a renda seja maior do que a permitida pelo programa. Será criada também o “Programa de Residência Pedagógica”, com 80 mil vagas de estágio em escolas da educação básica para alunos de licenciatura, também a partir de 2018. Outra iniciativa é a destinação de 75% das novas vagas da Universidade Aberta do Brasil (UAB) para a formação de professores – a instituição promove cursos à distância. Há ainda a previsão de cursos de mestrado para professores da rede de educação básica, cursos de especialização em educação infantil e cooperação internacional. Dados do último Censo da Educação, divulgado em 2016, apontam que há 2.196.397 professores de educação básica (educação infantil, ensino fundamental, ensino médio), sendo que cerca de 494 mil não têm ensino superior. Dessa parcela, 6 mil não têm o ensino médio. Do restante (1,7 milhão de professores) que tem o ensino superior, cerca de 95 mil não têm cursos de licenciatura voltados especificamente para a formação de docentes.

Fonte: http://www.bahianoticias.com.br/noticia/213653-contra-deficit-mec-lanca-politica-nacional-de-de-formacao-de-professores.html