Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

quarta-feira, 8 de junho de 2016

Veja como foi a Sessão da Câmara dessa terça-feira(07) em Inhambupe




A Sessão da Câmara dessa terça-feira(07) foi rápida, no qual começou por volta das 17h17min e durou cerca de 51 minutos, terminando por volta das 18h08min.
O Vereador Dr. Miguel falou sobre a saúde de Inhambupe que vive na UTI e falou de um episodio grave, no qual um paciente que mora próximo do Mercado de Cereais fraturou a perna e foi para o Hospital da cidade e foi mandado para casa e esse paciente já agoniza de dor já faz três semanas e precisa de uma autorização do Hospital que não deu até o momento, falou que acontece isso porque o paciente é pobre e é condenado a morrer por falta de atendimento médico, tudo por causa da regulação e se não tiver dinheiro ou padrinho o paciente é condenado à morte, Dr. Miguel falou que irá entrar com uma ação pena de homicídio doloso contra a Secretaria de Saúde e pediu que envie um ofício responsabilizando, falou também sobre os professores que ainda não foi vitorioso, mas vem conseguindo avançar bastante nas negociações.
O Vereador Eliezer falou que vem sofrendo muito com a situação do Mercado de Farinha em que as reforma não continuaram e disse que era uma pedra no seu sapato e foi com o Secretário Adailton e falou que em breve será iniciado, falou também sobre a falta de lâmpadas no qual falou que se paga taxa de iluminação, mas vem faltando muitas lâmpadas.

O Vereador Jeovan falou sobre a situação do ônibus que leva estudantes da Comunidade do Saquinho até o Colégio Estadual Simone Nery que tem vem para a cidade com 109 alunos em um ônibus com a capacidade de no máximo 60 pessoas, é necessário que tome uma providencia e falou que a culpa não é do Motorista, falta é fiscalização da Secretaria de Educação e espera que se resolva de forma pacifica, falou também dos avanços nas negociações entre o Sindicato dos Professores que é a APLB e a Gestão municipal, parabenizou a Coordenadora que é a Professora Janete que é uma mulher segura e diplomática, e terminou falando que saiu uma decisão judicial informando que a greve da Educação é legal.