Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

"Davi um dia um derrubou o gigante chamado Golias" falou Cosminho em entrevista coletiva aos blogs de Inhambupe



Na última terça-feira(04) Cosminho o ex-diretor do Departamento de Cultura de Inhambupe convocou os blogueiros da cidade para falar sobre a sua saída do cargo, ele convidou Ronaldo, Oedimar e Eu para uma entrevista na Câmara de Vereadores do município, veja abaixo o que cada blogueiro perguntou e as resposta do pré-candidato a Prefeito de Inhambupe.
E temos abaixo a entrevista completa, tudo que Cosminho falou nesse dia.


A entrevista aconteceu na sala do Presidente da Câmara de Vereadores do município. 


 Ronaldo – Estamos aqui com Cosminho que é ex-diretor do Departamento de Cultura e fez parte do governo de Benoni Leys durante dois anos e sete meses, na última semana repercutiu muito na cidade o seu rompimento com o governo, e nós agora queremos saber a verdade, Cosminho o que aconteceu para você entregar o cargo de Diretor do Departamento de Cultura da nossa cidade?

Cosminho – Olha em primeiro lugar quero agradecer a sua presença de Ronaldo Leite, Eduardo Castro e Oedimar, três blogs de extrema importância dessa cidade, vocês que prestam um serviço de alta relevância a sociedade inhambupense, aonde vocês trazem a informação, ajuda ao cidadão de todas as áreas, quero agradecer o convite feito por minha pessoa, para que vocês tivessem aqui nessa tarde, para que pudéssemos falar do nosso rompimento com o governo, a palavra é o rompimento com o governo, eu não pertenço mais o governo, não faço parte mais do grupo do governo petista da cidade, durante dois anos e sete meses estive a frente da pasta da diretoria de cultura e tentamos desenvolver um trabalho, por que tentamos, por que durante todo o tempo foi visto que Inhambupe não se falava em cultura, poucas pessoas sabiam que Inhambupe tinha um departamento de cultura, e com nossa equipe que não foi eu sozinho, tinha uma equipe por traz de mim, começamos a desenvolver um trabalho, só faltava apoio, faltava recursos, fui cobrado pela a sociedade inhambupense, o por quê a Fanfarra inhambupense não foi levantada, por diversas vezes fiz orçamentos de novos instrumentos da fanfarra, orçamento de fanfarra que está na mão da gestão pública, e nada foi feito, então eu não poderia reuni só para conversar o que aconteceu, no primeiro ano a Fanfarra fez as apresentações só com as camisas que me ofereceram e aquilo gerou uma insatisfação muito grande entre os participantes, em tempos que Inhambupe merece muito mais na área da cultura, Inhambupe merece muito mais, é um trabalho de inclusão social, por que a Cultura é a inclusão social, você pode fazer um trabalho, pois as pessoas ficam olhando o lado, do crime, do marginalismo que está crescendo na cidade, mas o que nós temos feitos para que nossos jovens não entre nesse escuro, condenar é fácil, apontar é fácil, eu quero saber o que nós podemos fazer, para evitar que nossos jovens entre nessa linha de risco, com trabalho de inclusão social, através da cultura poderemos fazer cursos de teatro, cursos de danças, poderemos fazer vários áreas de trabalho, o Centro da cidade que é chamado que é chamado de Centro de Cultura da cidade não trabalha cultura os senhores conhecem, a cultura estava em uma salinha de dois metros por três, era essa a sala de cultura da cidade, uma salinha de dois metros por três e o Centro da cidade é o Centro de Cultura, mas é lá que funciona a cultura da nossa cidade eu pergunto ao senhores.


Ronaldo Leite – Quando o Senhor percebeu a insatisfação da fanfarra, por que o senhor não entregou logo no primeiro ano de governo? O que fez demorar tanto então já que tinha percebido essa insatisfação? 

Cosminho – Meu amigo a verdade é que todo o cidadão acredita em dias melhores, por que se morrer essa perspectiva, esse desejo de dias melhores, do cidadão o que será de nós? Como qualquer cidadão acredita em dias melhores, então por isso esperei para contribuir e contribuir, quero dizer que eu Cosminho contribuir com a minha equipe para a cultura da cidade, resgatando áreas da cultura da cidade, fazemos aqui o bingo do dia das mães que não existia na cidade, bingo beneficente, onde colocamos 3 a 4 mil pessoas na praça da cidade, então houve uma contribuição na cultura da nossa cidade.


Oedimar – Esse rompimento recente foi apenas do Diretor Cosminho ou de toda a sua equipe da cultura?

Cosminho – Eu Cosminho entreguei o meu cargo, eu não posso obrigar as pessoas que entregue os seus cargos, a gestão fique a vontade, cabe a gestão não cabe a mim, nessa casa (que é a Câmara de Vereadores) o PSC tem um vereador, e esse vereador é do grupo, é um vereador do partido e eu deixei o meu vereador a vontade, eu aprendi uma coisa companheiros, meus amigos, aprendi uma coisa que não se pode forçar ninguém a nada, as pessoas tem o livre arbítrio de ser o que quiser ser, e o que quiser fazer em sua vida, então não posso obrigar ninguém a nada, agora digo aos senhores que não pertenço mais o governo, torço, eu não sou da turma da miséria, da derrota, do fracasso não, pois essa é minha terra, eu nasci nessa terra, sou filho dessa terra, nasci no distrito chamado Xixi, meu pai finado Otávio de Mariana, o sobrenome da família da minha mãe é a família do Benz, nasci nessa terra e não vou torcer que o governo fracasse, eu quero que o governo acerte e torço para que acerte, torço para que o governo tenha dias melhores, acontecendo isso vai ser bom para o meu povo, para o nosso povo, para a nossa cidade.



Eduardo Castro – Quais os objetivos de Cosminho hoje?

Cosminho – Cosminho hoje é pré-candidato a Prefeito dessa cidade, estou colocando o meu nome a disposição do povo inhambupense, não me sinto melhor nem pior que nenhum outro cidadão, vou lhe dizer uma coisa, que todo o cidadão deve sonhar com dias melhores, por que a única coisa que não se pode roubar de você é o seu sonho, o governo jamais irá poder colocar impostos sobre os seus sonhos, ninguém pode descobrir os seus sonhos, os sonhos são meus, e eu por ele vou lutar, não desistirei, Davi um dia um derrubou o  gigante chamado Golias, por que ele acreditou nos seus sonhos, e se for possível farei o que Davi fez, vou matar um urso por dia, no outro dia vou matar um leão, quando vier o gigante vou derrubar o gigante, mas os meus sonhos vão acontecer, por que os meus sonhos é de dias melhores para Inhambupe, vê a nossa juventude ter uma Cultura melhor, Educação melhor, vê a nossa cidade ter dias melhores e eu acredito que dias melhores virão, coloco o meu nome hoje como pré-candidato a Prefeito pelo o Partido Social Cristão, sou candidato pelo o PSC, se Deus assim permitir, não estou aqui para fazer ou vim de alguém, Inhambupe me conhece, o povo da minha terra me conhece, sou um cidadão de bem, honrado, de palavra, desafio alguém a me dizer que eu não tenho palavra, eu quero o melhor para a minha terra, estou aqui com os pastores da cidade, tenho o apoio do segmento evangélico dessa cidade que são lideres e homens de Deus, mulheres de Deus, tenho o apoio de lideranças políticas dessa cidade, então acredito que posso fazer o melhor.


Ronaldo Leite – Qual foi o empecilho que ocorreu entre você a Secretária de Educação e Cultura em que não executou um trabalho junto desenvolvido? 
 Cosminho – Pela a minha postura, não estou aqui para fazer critica a pessoa  eu acho que temos que respeitar a pessoa, se eu tiver critica a fazer vou fazer de gestão, então eu acho que você deve fazer essa pergunta a Secretária, o que foi que houve que ela não deixou o Diretor de Cultura trabalhar, por que ela não deu recursos, por que ela transferiu a dotação para o Esporte, Turismo e Lazer, e a dotação de cultura era da cultura, da pasta de Educação.


Oedimar – Há alguma hipótese do pré-candidato Cosminho desistir para apoiar outro candidato?
 Cosminho – Bom meu amigo, hoje eu tenho certeza que tenho cinco votos garantidos; o meu, o da minha esposa, dos meus três filhos, são seis que tenho genro também, então não tenho que me preocupar, eu tenho que acreditar, que eu posso fazer o melhor, eu quero falar para você cidadão que está lendo essa matéria que ninguém é perfeito, não ache que Cosminho é perfeito, eu tenho defeitos como qualquer ser humano, agora eu tenho algo dentro de mim, eu acredito que posso fazer o melhor, e se eu acredito é que eu vou a luta, eu vou em frente, a palavra é essa não desista dos seus sonhos, por que acredito que dias melhores virão para Inhambupe, eu estou aqui, pois Cosminho vai levar em frente sim, pois não tenho medo, meu filho o lugar que eu nasci, chamado Xixi, homem não tem medo, o meu pai era um homem destemido, eu não tenho medo, vou em frente e vou disputar com os grandes, se alguém me acha que sou pequeno, por que não tenho dinheiro, eu sou pequeno, mas sou grande pela a mão de Deus.


Ronaldo Leite – Por que a resistências dos vereadores para aprovar a Secretária de Cultura? Já que a cidade não tem e é carente? Muitos alegaram que não aprovariam para não dar esse mérito para você ser o Secretário de Cultura, mas nos diga o que aconteceu que não aprovaram?
 Cosminho – Quero dizer para vocês que as pessoas não são cegas, elas veem o que está acontecendo, as pessoas sabem que não deram muito espaço a Cosminho, por que Cosminho tinha a facilidade de crescer, é um homem mérito, cidadão de bem, honrado, então meu amigo, não dava oportunidade, ficava um se batendo por traz, mas eu quero dizer que sou igual a gema de ovo, quanto mais bate mas cresce, então assim, se não me deram espaço é por que sabia que a gente ia crescer e aparecer, foi quando aconteceu nos comícios, na política e muitos viram, tentaram me podar muitas vezes, e o povo queria ouvi Cosminho, pois Cosminho fala, é o que sai do coração, eu quero dizer pra vocês aqui eu não nasci em berço de ouro não, vá lá onde nasci, pois meus parentes moram lá, eu comi farinha com tripa frita, bucho assado na brasa, eu sei o que é dificuldade, então não vou ficar com demagogia dizendo, eu passei a dificuldade nessa vida, de alguém que tenha a sensibilidade do povo, que veio do povo, do povo para o povo, sabe o que o povo quer e o que o povo precisa.


Ronaldo Leite – Mas não aprovaram por ordem superior ou foi à espontaneidade dos vereadores que são 13, existe situação e oposição?
 Cosminho – Eu tenho hoje uma facilidade de ter amigos, o ex-presidente da Câmara de Vereadores é meu amigo Fabrício Mateus, o Presidente da Câmara de Vereadores hoje é o meu amigo, o Vereador Querido, eu tenho amigos vereadores que são meus amigos, eu não posso falar por eles, então fica difícil, eu tenho amigos, então não compete falar o que aconteceu eu não sei explicar.


Ronaldo Leite – Foi um descompromisso com a Cultura?
 Cosminho – Não sei explicar e não posso falar
 

Oedimar – Durante esse período do Departamento de Cultura muitas ações foram realizadas por esse tempo, tem como fazer um resumo das suas realizações?
 Cosminho – Nós realmente gastamos muito pouco, os investimento da Cultura foram poucos e pequenos, mas foram decisivos, então assim, eu me comprometo está enviando pra vocês de todas as ações que foram feitas no meu período como Diretor de Cultura, ações como o dia do Índio, nós trazemos exatamente de Santa Cruz de Cabrália Índios que vivem na aldeia, tivemos ações como a Conferencia Municipal de Cultura, tivemos ações como o dia das mães, que não se comemorava em Inhambupe, e agora eles vão ter que comemorar, pois Cosminho começou a fazer isso acontecer, nós deixamos aprovado a Lei do Sistema Municipal de Cultura, deixamos aprovado e sancionado a Lei do Conselho Municipal de Cultura, deixamos pronto agora a Caravana Cultural, uma ideia nossa que realizamos, deixamos prontos, Festival de Danças, então nós realizamos muitos trabalhos, os senhores são cientes que fizemos um projeto para a Casa da Música não foi realizado o projeto foi pronto, seria ali onde era o antigo gerador da cidade, eu queria vê as crianças da nossa cidade a tocar pífanos, aprendendo a tocar sanfona, aprender a tocar viola ou violão, eu queria vê isso e está se perdendo a  cultura da nossa cidade, eu vim de um tempo que bati feijão, eu bati milho, eu vim do tempo da bata do feijão, do tempo da bata do milho, então a bata do feijão e do milho tinha música tinha cânticos, então essas culturas estão se acabando, as lavandeiras de roupas, as músicas, nós queríamos resgatar essa cultura, então eu fiz aquilo que estava ao meu alcance, com muita dificuldades os senhores sabem disso, mas o que foi nos dado esforços fizemos. 


Ronaldo Leite – O que aconteceu com uma emenda de R$ 500 mil para um calçamento, onde se perdeu entre a emenda e o governo?
 Cosminho – O nosso deputado Federal Erivelton Santana (PSC) ele mandou uma emenda de R$ 500 mil que era para cem banheiros, para famílias carentes e essa emenda foi perdida. 

Ronaldo Leite – Por quê?

Cosminho – Olha eu não sei explicar e descobrir o por quê, a outra emenda de R$ 400 mil para a reforma da Praça de Eventos, e o que chega aos meus ouvidos é que vai perder também, onde iria colocar na Praça de Eventos fontes luminosa, banco, coreto, jardins, e essa emenda, o que chegou no meu conhecimento que está prestes a se perder, também uma emenda de R$ 150 mil para o Hospital da cidade, para comprar aparelhos, para equipar a parte onde nasci as crianças, que não é maternidade, mas teria o lugar para nascer, com berçário, incubadora, R$ 150 mil do deputado federal Erivelton Santana, eu quero dizer se essas emendas não forem aplicadas o que perde é o cidadão inhambupense, o meu deputado está aberto para mandar mais emendas para o município, mesmo eu saindo da gestão o mandato do Deputado que esteve aqui nessa cidade, é mais de 800 votos que está para assistir essa cidade.
 

Ronaldo Leite – Então como oposição, o está afirmando que o governo é irresponsável, receber quase um milhões de reais em emenda e não vê resultados?
 Cosminho – Eu não posso responder por ninguém meu amigo.


Ronaldo Leite – Você já é oposição ao governo e nessa linha política para as eleições de 2016, temos Euberto Luís que é um possível candidato, temos Nena, temos Junior de Isabel que confirmou sua pre-candidatura, o governo deve ter o próprio candidato dele também e você, você manterá sua linha até o final ou poderá haver dialogo e apoiar outro?


Cosminho – A política é dinâmica você sabe ela vai mudando a cada posições, mas eu quero confessar uma coisa aos senhores em frente aos meus pastores e meus amigos que estão aqui, tem uma coisa que eu não faço e não farei de novo, foi o que eu fiz há dois anos e nove meses, em não ser candidato e apoiar alguém, o povo que um novo um nome do povo, eu tive amigos, colegas que choraram quando tirei a minha candidatura, e por que eu fiz, pois eu não era vaidoso, não tinha vaidade, a minha vaidade é eu quero a minha cidade melhor, eu vou lutar por dias melhores em minha cidade, eu nasci aqui nessa cidade, fui trabalhar, fui estudar, me preparei, passei a ser pastor, pertenço a liderança de umas das maiores igrejas do Brasil que é a Igreja do Evangelho Quadrangular, Sou um dos lideres dessa Igreja na Bahia, sair eu voltei para contribuir com a minha terra, eu quero dias melhores para a minha cidade, eu não estou preocupado com A, B ou C, eu quero pensar o que eu posso fazer para contribuir com a minha cidade.


Eduardo Castro – Qual a sua maior prioridade caso você ganhe para Prefeito de Inhambupe?
 Cosminho – Inhambupe precisa de um choque administrativo, Saúde, Educação, Cultura, Esporte, Turismo e Lazer; Inhambupe precisa de segurança, várias cidades da Bahia já tem filmadoras, sistemas de segurança para ajudar a Polícia da cidade, eu não sei por que não tem, várias cidades da Bahia você tem internet livre em muitos pontos da cidade, por que não tem projeto de impacto social para a nossa juventude, Inhambupe é uma cidade que tem cerca de 70 a 75 povoados, tem que levar para esses povoados trabalhos em esporte, cultura, turismo, lazer e o social; nós precisamos fazer um choque e olhe não é um cidadão comum que vai fazer uma pessoa, é uma equipe de pessoas pensantes que tenha o coração voltado para ajudar a sua cidade, que se esvazie de suas vaidades pessoais, que não seja comprometido com si, mas com a sociedade como todo, se houver isso eu lhe digo, a nossa terra irá ter dias melhores por que o sol nasce e brilha para todos, e todos nós temos direito, vocês querem vê me traga nomes de outros deputados que mandaram emendas para essa cidade e que perderam como o nosso também perderam e outros também podem perder, deputados que ganharam 300 votos, 900 votos, o gabinete do deputado Erivelton Santana está aberto para o Prefeito, estão abertos para os vereadores, vão lá buscar emendas, e meu deputado vai mandar, pois o meu deputado tem compromisso e não é com uma pessoa é com uma cidade, então é a segunda vez que o meu deputado tem voto nessa cidade, e eu quero dizer para os senhores, quem votou em um deputado quer vê o deputado trazer obra para a cidade, me traga os nomes dos demais deputados estaduais inclusive que ganharam votos nessa cidade, mandem eles apresentaram os seus projetos para a cidade, digo o que eles estão fazendo? 


Oedimar – O Senhor não acha que atualmente Inhambupe passa por uma crise política?
 Cosminho – A crise política é nacional, é uma vergonha saber o que está acontecendo em nosso país, hoje não conseguirmos assistir um jornal e dizer que dias melhores estão vindos, só prendeu um, dois, três é uma vergonha o que está acontecendo, o Brasil está precisando de moral, de respeito, de caráter, isso está seguindo para os municípios que está tendo crises também, falta gerenciamento, mal gerenciamento, pessoas incompetentes em cargos publico, isso que está acontecendo, hoje infelizmente o cidadão não quer saber de política, por que a vergonha está tomando conta dos poderes públicos.


Oedimar – Qual a mensagem que Cosminho deixa para o povo dessa cidade?
 Cosminho – Eu quero dizer para todo o cidadão inhambupense que o meu compromisso é com essa cidade, e eu acredito que nós abrirmos mãos dos desejos pessoais, eu abri mão, tinha um cargo publico e abri mão, eu entendi que era a hora de ajudar a sociedade, se nós dermos as mãos, nós podemos fazer muito por essa cidade, a se tornar a melhor cidade do Brasil, por que ela não pode ser? Quando a gente vê cidade bonita, cidade de primeiro mundo, cidade que tem qualidade de vida é o sul e por que aqui não pode ser? Basta a você que está lendo essa entrevista querer, eu quero finalizar, dizendo assim, que Deus pode em todas as coisas, uma palavra que a Bíblia diz “Operando Deus que impedirá”, se Deus é por nós, quem será contra nós? Coloque em Deus em primeiro lugar e Deus estará, sempre esteve e com certeza com Deus na frente nós iremos fazer um bom trabalho, quero agradecer e olhe, o PSC o meu partido está de braços abertos para todos vocês, venha para o PSC, aqui você tem voz e tem vez.
 

Ronaldo Leite – Lá no início da Campanha o senhor não percebeu que esse governo não seria uma catástrofe para o município, é crise ou os recursos públicos estão sendo mal administrados aqui em Inhambupe? 
 Cosminho – Não inventaram bola de cristal pra ninguém ainda não viu? Não existe bola de cristal para você saber o que vai acontecer amanhã, se tivesse essa bola de cristal eu tinha visto não tinha apoiado o governo, quero dizer que ninguém poderia adivinhar que a coisa desandaria desse jeito, todos nós inclusive acreditava que dias melhores iria vim, por isso eu estava, por isso eu apoiei, errei, errar é humano que atire a primeira pedra quem nunca errou, estou aqui pode atirar, pode falar o que quiser, agora errei tentando acertar, o maior erro não é aquele que tentar acertar, é aquele que se omite, que não tem coragem de lutar e tentar, eu tentei eu lutei, tentei dar o melhor de mim e foi visto pela a sociedade inhambupense, quero agradecer a todos vocês e dizer muito obrigado e conte comigo, estamos juntos e minha frase é “Juntos e misturados” Deus abençoe a todos.