Impostômetro de Inhambupe

Veja no Blog

domingo, 28 de setembro de 2014

Google pode manter buscas que liguem Xuxa a filme erótico, decide STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello negou recurso apresentado pela defesa da apresentadora Maria da Graça Meneghel, a Xuxa, e manteve a permissão para que o site de buscas Google revele fotos e vídeos da apresentadora em pesquisas que ligam seu nome à pedofilia. O caso começou em 2010, quando a Justiça do Rio de Janeiro proibiu o Google de exibir resultados de pesquisas que buscavam seu filme "Amor Estranho Amor", no qual ela aparece em cenas sensuais com um adolescente. Também foi determinado que nenhum conteúdo poderia ser exibido quando as buscas fossem feitas usando palavras chaves ligadas à pedofilia. Em 2012, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) acatou recurso e derrubou a decisão por entender que um site de buscas não pode ser responsabilizado por conteúdos nem fiscalizar páginas de terceiros. Nesta sexta, o STF não entrou no mérito da decisão do STJ e disse apenas que não encontrou questões constitucionais que pudessem reabrir o caso. 

Fonte: http://www.bahianoticias.com.br/noticia/160951-google-pode-manter-buscas-que-liguem-xuxa-a-filme-erotico-decide-stf.html