domingo, 10 de fevereiro de 2013

Império de Casa Verde encerra desfiles em São Paulo com enredo sobre saúde e cura

A Império de Casa Verde fechou a programação de desfiles do Carnaval 2013 de São Paulo com o enredo "Pra Todo Mal, A Cura - Quem Canta Seus Males Espanta". O desfile começou às 6h02 da manhã deste domingo (10) e encerrou dentro dos limites. Com o sambódromo mais lotado do que na primeira noite, o carnaval paulistano encerrou em clima de alegria e sem incidentes graves.
A comissão de frente Xamãs apresentou a cura nas religiões africanas. Para compor o figurino dos nove bailarinos foram usadas 20 mil penas de faisão. A bateria da escola tocou mumificada dos pés a cabeça, com sangue cenográfico saindo da barriga.
O carro abre-alas Jardins Suspensos da Babilônia foi criado com muitos metros de látex e quase chegou ao limite de largura permitida para os carros alegóricos do Sambódromo. Odaliscas coreografando a dança da fertilidade, com roupas que formaram um arco-íris de cores, desfilaram pela avenida.
A segunda alegoria mostrou o Egito como precursor da medicina, por causa de sua história com a mumificação. O carro soltou muita fumaça para mostrar os males indo embora. As baianas estavam vestidas como gueixas e representavam a medicina da China milenar.
Os passistas exaltaram diferentes formas de tratamento médico, como Florais de Bach, Cromoterapia, pais e mães de santo e a cura com a fé.
Com Valeska Reis à frente da bateria e Andrea Andrade como madrinha, a escola da Zona Norte da capital paulista saiu em busca de seu terceiro título no Grupo Especial. Este ano a agremiação desfilou com 27 alas, cinco carros alegóricos e cerca de 3.000 componentes.
Diretor da Império diz que a escola desfila para jurados
O diretor de Carnaval da Império de Casa Verde, Marcelo Casanossa, afirmou que o foco da escola foi ser o mais técnico possível. "A gente desfila para jurados, mas o público é tão importante quanto", disse.
Ele lembrou que na noite de sexta-feira, naquele mesmo horário pela manhã, o público nas arquibancadas era menor. No entanto, chovia na ocasião, o que não aconteceu neste domingo.
Casanossa ainda disse que a escola deu uma resposta ao povo pelo que aconteceu ano passado, quando um dos integrantes da escola esteve envolvido na confusão durante a apuração dos votos em São Paulo. "A gente se sentiu envergonhado, mas demos uma resposta para o povo com o que conhecemos, que é fazer samba", afirmou o diretor. Para ele, o que aconteceu no ano passado não condiz com o Carnaval.
No desfile deste ano, a intenção, segundo Casa Nossa, era fazer uma apresentação leve. "Foi um desfile com desenvoltura, a intenção era fazer algo leve. A gente levou alegria para o povo".
Para ele, a decisão de fazer fechada a apuração dos votos depois do incidente de 2012 não foi bem dosada, pois deixa de fora "o povo de bem". "O problema que aconteceu no ano passado foi de educação. Agora é como fazer um Corinthians contra Palmeiras sem público".
Segundo dia de desfiles em SP
A agremiação Nenê de Vila Matilde, campeã do Acesso no ano passado, abriu neste sábado (9) a segunda noite de desfiles do Grupo Especial em São Paulo em 2013. Sem ser afetada pela ameaça de chuva, a escola prestou homenagem a movimentos históricos ligados à busca por igualdade. Um momento de tensão ocorreu durante o desfile, quando a segunda alegoria chegou a preocupar os organizadores, que temeram que o veículo atingisse os componentes à frente. Já o terceiro carro atrasou para ser movido, deixando um pequeno buraco momentâneo no Sambódromo.
A Gaviões da Fiel entrou pouco depois da 0h no Sambódromo do Anhembi contando a história da propaganda. Muito assediada, a apresentadora Sabrina Sato desfilou pela 9ª vez como rainha da bateria comandada por mestre Patinho. A musa Ana Paula Minerato, que desfilou à frente da bateria, precisou abrir mão de uma parte da fantasia que demorou a chegar. Ela ainda chegou a passar mal no final do desfile com pressão baixa, mas foi medicada no local e liberada.
Atual campeã do Carnaval de São Paulo, a escola de samba Mocidade Alegre foi a terceira a se apresentar na avenida. Tanto a letra do samba quanto as próprias alegorias e fantasias misturavam inúmeras referências culturais, que variavam desde contos infantis até os conceitos de sedução e tentação.
A Tom Maior foi a quarta escola a entrar no Sambódromo do Anhembi com um enredo "picante", intitulado "Parque dos Desejos - O Seu Passaporte Para o Prazer", contando a história do preservativo e dos prazeres sexuais da humanidade. A polêmica ficou com a vice Miss Bumbum 2012, Andressa Urach, que discutiu com integrantes da escola por causa da posição que ganhou no carro alegórico e abandonou o desfile.
A Unidos de Vila Maria, quinta escola a passar pelo Anhembi, fez um tributo aos 50 anos da imigração coreana no Brasil. Um dos destaques dos carros alegóricos foi o japonês Jorge, um sósia do cantor sul-coreano Psy, autor do hit "Gangnam Style" e que está no Brasil para o Carnaval. Na dispersão, o carro Os Tigres Asiáticos teve problemas para entrar e precisou ser carregado pelos componentes, mas seguiu sem maiores problemas na avenida. Para terminar o desfile no tempo regulamentar, a escola teve de acelerar o passo no final de sua apresentação, atitude que pode tirar pontos.
Com uma homenagem a vida e obra do ator e humorista caipira Mazzaropi, a Acadêmicos do Tucuruvi levou para a avenida sua homenagem. Um dos destaques foi o ator que interpretou Mazzaropi no carro abre-alas do agremiação: ele vive há mais de dez anos como Philaderpho, personagem primo de Mazzaropi na vida real.
A apuração dos votos e o resultado do carnaval paulista acontecem na terça-feira, mas neste ano está vedada a participação do público, para evitar incidentes como o do ano passado que comprometeu a contagem de votos.
* com informações da Agência Estado

Fonte: http://carnaval.uol.com.br/2013/noticias/redacao/2013/02/10/imperio-de-casa-verde-encerra-desfiles-em-sao-paulo-com-enredo-sobre-saude-e-cura.htm

Um comentário:

  1. Parabens pela estrutura e conteudo de seu blog, estou compartilhando aqui, Forte abraço Willian camisetas

    ResponderExcluir